BESSA GRILL
Início » Esportes » Baraúnas aponta irregularidade do Campinense e vai acionar a CBF

Baraúnas aponta irregularidade do Campinense e vai acionar a CBF

Segundo súmulas da CBF, zagueiro Breno, do rubro-negro paraibano, teria que cumprir suspensão automática no primeiro jogo das quartas de final

19/09/2012 15:42

 

O Baraúnas, que representa o Rio Grande do Norte na Série D do Campeonato Brasileiro, deve entrar ainda nesta terça-feira com uma petição junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O objetivo é anular o resultado da partida contra o Campinense, realizada no último sábado, em Campina Grande (PB), e válida pelas quartas de final da competição. Os mossoroenses alegam que o zagueiro Breno, do rubro-negro paraibano, jogou de forma irregular contra o Leão do Oeste.

De acordo com o regulamento do campeonato, o atleta que receber três cartões amarelos ao longo do torneio deve cumprir suspensão automática na partida imediatamente após o jogo em que recebeu a terceira punição. Breno foi “amarelado” nos dias 15 de julho, contra o Horizonte (veja a súmula); 1º de setembro, no jogo contra o CSA (veja a súmula); e em 9 de setembro, novamente contra o CSA (veja a súmula). Portanto, deveria ficar de fora da partida de ida quartas, contra o Baraúnas. O zagueiro, entretanto, entrou em campo no empate em 1 a 1 com o tricolor de Mossoró (veja a súmula).

O presidente do Baraúnas, Eudes Fernandes, disse ao GLOBOESPORTE.COM/RN que já entrou em contato com o departamento jurídico do clube.

– Me reuni com o nosso advogado à tarde, e vamos entrar com o recurso. É nosso direito, e não tem o que discutir. Os cartões amarelos não zeram de uma fase para outra – explica.

O gerente de futebol do clube, Zezinho Mossoró, também comentou o caso.

– O Breno recebeu os três cartões amarelos, e as súmulas das partidas provam isso. Com certeza ganharemos essa causa – conta.

Enquanto a CBF não se pronunciar sobre o assunto, o segundo jogo das quartas de final entre Baraúnas e Campinense será mantido. O confronto está marcado para as 16h do próximo domingo, no Estádio Nogueirão, em Mossoró, distante 285 quilômetros de Natal.

 

G1