BESSA GRILL
Início » Entretenimento » O beijo ideal, segundo eles e elas

O beijo ideal, segundo eles e elas

Saiba o que fazer para comemorar direitinho o Dia do Beijo neste sábado, 13 de abril

13/04/2013 23:41

Getty Images

Ter pegada e controlar o ritmo do beijo foram dicas dadas pelos jovens

Este sábado, 13 de abril, tem de tudo para ser um dos dias mais românticos do ano. Isso porque nesta data é comemorado no mundo inteiro o Dia do Beijo . Sabe-se que um bom beijo é capaz de estimular o cérebro , provocando uma sensação de bem-estar, além de movimentar cerca de 29 músculos do corpo. Mas para o beijo ser bom é preciso que o casal esteja em sintonia, em uma mistura de pegada, ritmo e respeito. Abaixo, eles e elas contam suas técnicas infalíveis para um beijo perfeito.

O que ELAS querem

Pegada: Essa foi a palavra que as garotas mais usaram para definir o beijo ideal. Mas o que é pegada? A Camila, de 14 anos, define assim: “Pegada não é passar a mão na bunda, não tem nada a ver. Um cara que tem pegada é aquele que te envolve no beijo dele”. Já a Dani, de 16 diz que o cara não pode ser frouxo, “tem que mostrar que está a fim”. 

 

Getty Images

O QUE ELAS QUEREM?

Respeito:  A maioria das meninas gosta que o cara pegue na nuca, no cabelo ou na cintura – e não mais além que isso. A Mariana, de 16 anos, disse que o pior beijo da vida dela foi na viagem de formatura, com um menino mais velho. “Ele beijava bem, mas não tinha respeito nenhum comigo”. “É até interessante que o menino tente por a mão dele em outros lugares, porque eu me sinto desejada, mas eu não deixo não!”, contou Giuliana, de 15 anos. 

 

 

 

Velocidade certa: “Tem que ser no clima certo. Se for muito lento, fica chato, se for rápido demais, fica difícil de acompanhar”, falou a Bia, de 17. “Gosto de um beijo mais devagar, mais colado”, disse a Mariana. Já a Giuliana lembrou que o pior beijo da vida dela foi com um menino muito afobado. “Eu gostava dele, mas ele me machucou muito com os dentes”.

Sentimento: Para a Giuliana, “o melhor beijo é aquele com uma pessoa que gosta de você e que você gosta também”. A Camila também acha que ter intimidade é fundamental: “O melhor beijo nunca vai ser o primeiro com um cara, porque demora até os dois entenderem do que o outro gosta”. A Bia e a Mariana ainda falaram que o melhor beijo da vida delas foi com um namorado – quer intimidade maior que isso?

Língua de gato e de lesma: Estranho, né? A Bia explica: “O menino tinha uma língua muito pequena, sem vontade de beijar, como um gatinho que toma água”. A Dani classificou o pior beijo da vida dela como ‘língua de lesma’: “Era uma língua muito nojenta, gosmenta”.

Getty Images

Data foi criada em 1982 como uma brincadeira de escola e acabou sendo adotada no mundo inteiro

O que ELES querem

Libera geral: “Gosto de beijar bem junto, bem grudado. Mas depende da menina”, disse o Lucas, de 17 anos. “Gosto de fazer carinho e dar umas alisadas”, afirmou o Luís, 16. O Alexandre, também de 16, disse que curte “passar a mão no cabelo da menina e às vezes ir mais além”. Já o Eduardo, de 14 anos, não concorda: “Não gosto de tentar mais além, tem que respeitar a menina!”. O Lucas ainda falou que curte quando a menina “morde o lábio, especialmente se o clima está bem quente”.

Getty Images

O QUE ELES QUEREM?

Lugares inusitados: Fugir da praça de alimentação do shopping e beijar alguém em um cenário diferente pode ajudar bastante em um beijo perfeito. Para Eduardo, por exemplo, o lugar inesquecível foi o banheiro de um avião. “Estava conversando com a menina na cadeira e resolvemos ir pro banheiro. O avião balançava bastante, foi bem engraçado”. 

 

 

 

 

 

Sem pressão: Às vezes, os piores beijos podem ser causado pela provocação dos amigos. “Na minha viagem de formatura, meus amigos ficaram me zoando pra pegar a menina. Não estava no clima, a menina beijava mal e não deixava fazer nada. Foi um saco”, falou o Gabriel, de 15 anos. “Meu pior beijo foi na escola. Eu não gostava da menina, só beijei porque estavam me enchendo o saco”, lembrou o João Vítor, de 13 anos.

Ritmo certo: Os meninos também acham que o beijo ideal tem que ir no ritmo certo. “Beijo bom é beijo demorado”, disse o Eduardo. “Tem que ser lento, pra aproveitar melhor”, disse o João Vítor. O Alexandre reclamou de uma menina que foi pra cima dele com velocidade demais. “Ela esfolou minha boca na balada. Acho que era o primeiro beijo dela”, disse.

IG