Witzel decide não ir à Alerj se defender pessoalmente em processo de impeachment

 

Governador afastado havia confirmado presença no plenário da Alerj nesta quarta-feira

Witzel decide não fazer mais sua defesa pessoalmente no processo de votação do impeachtment

Presença esperada no plenário da Alerj na tarde desta quarta-feira, o governador afastado  Wilson Witzel desistiu de fazer sua defesa presencialmente no plenário.

A decisão foi anunciada de última hora, quando seguranças da Casa já aguardavam a chegada do ex-juiz no Palácio Tiradentes com forte esquema de segurança.

Witzel fará sua defesa por meio de videoconferência. A sessão de votação do impeachment do governador eleito acontece de forma semipresencial por conta da pandemia.

Opositor de Witzel, o deputado Felipe Poubel (PSL) lamentou a ausência.

A votação do processo de impeachment está em andamento no momento. Witzel é suspeito de corrupção na área da Saúde do estado. Para o processo contra o atual governador continuar, é necessário 47 votos dos deputados (2/3 dos 70 deputados).

www.reporteriedoferreira.com.br  Por Ig