BESSA GRILL
Início » Destaque » Prefeitura de João Pessoa abre concorrência pública para obras do BRT

Prefeitura de João Pessoa abre concorrência pública para obras do BRT

A partir desta terça, com a divulgação do certame, as empresas interessadas terão 30 dias úteis para providenciar a documentação exigida. Ao final do prazo, será feita a abertura dos envelopes e a vencedora será divulgada.

26/08/2014 07:22

 
EBUI-1A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) lançará, nesta terça-feira (26), o edital de licitação para empresas interessadas em executar as obras do Bus Rapid Transit (BRT), que consiste em um sistema de “metrô sobre rodas”, para melhoria do transporte público na capital paraibana. A totalidade do projeto está orçada em R$ 188 milhões e conta com recursos do Governo federal, através do Ministério das Cidades, o PAC 2 – Grandes Cidades/Programa de Mobilidade.

A partir desta terça, com a divulgação do certame, as empresas interessadas terão 30 dias úteis para providenciar a documentação exigida. Ao final do prazo, será feita a abertura dos envelopes e a vencedora será divulgada.

A contratação de empresa ou consórcio de empresas prevê a elaboração de projeto básico, projeto executivo e execução das obras de pavimentação/drenagem da faixa exclusiva para ônibus. Segundo o secretário de Planejamento, Rômulo Polari, a licitação vislumbra as obras de construção dos cinco corredores por onde o BRT deve trafegar. São eles: Cruz das Armas, 2 de Fevereiro, Epitácio Pessoa, Pedro II e o Corredor Central da cidade. “Os BRTs terão tudo o que o usuário precisa: conforto, eficiência e comodidade”, destacou.

O secretário adiantou que o sistema ficará online para população poder acessá-lo, desde que possua um aparelho celular com internet. Segundo Polari, os BRTs deverão, inclusive, gerar uma mudança cultural para os pessoenses no que diz respeito à mobilidade urbana. “Vamos oferecer eficiência no tráfego, através de corredores exclusivos para os BRTs, pois não haverá interferência de outros transportes, que reduzirá 40% à 50% do tempo do trajeto. Esperamos que este seja um fator determinante para reduzir o transporte individual na cidade, com a opção pelo transporte coletivo de qualidade”, ressaltou.

O secretário frisou ainda que esta é uma gestão com um plano, um objetivo de metas e ações que está sendo cumprido fielmente, em todas as suas proposições, a exemplo do BRT, a reurbanização do Bairro São José e da Lagoa, Parque Casa da Pólvora, reforma da Cidade Antiga, entre outros.

“Pela primeira vez a Prefeitura de João Pessoa elaborou um plano de metas e ações que está sendo realizado e executado de forma que a sociedade pode avaliar de perto o que está sendo planejado e executado”, completou Rômulo Polari.

O BRT – Bus Rapid Transit ou Transporte Rápido por ônibus, é um sistema de transporte coletivo de passageiros que proporciona mobilidade urbana rápida, confortável, segura e eficiente por meio de infraestrutura segregada com prioridade de ultrapassagem, operação rápida e frequente, proporcionando excelência no serviço ao usuário.

O sistema BRT não propõe apenas uma mudança na frota ou na infraestrutura do transporte público coletivo. Mas sim um conjunto de mudanças que juntas formam um novo conceito de mobilidade urbana. A implementação de sistemas de trânsito de alto desempenho, eficientes e ecologicamente sustentáveis consta mundialmente da agenda política de planejadores urbanos e ambientais.

Reporteriedoferreira.com Secom