Ministro do Supremo Tribunal Federal morreu na tarde desta quinta-feira após o avião em que ele estava cair na região da Costa Verde fluminense

Ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, morre em acidente de avião nesta quinta-feira (19)
Carlos Humberto/SCO/STF – 14.10.15

Ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, morre em acidente de avião nesta quinta-feira (19)

O ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta-feira (19)  após o avião em que ele estava, com destino a Paraty, cair na região da Costa Verde fluminense. O filho do ministro, Francisco Zavascki, confirmou a informação em sua página no Facebook. Após o ocorrido, políticos e a comunidade jurídica passaram a lamentar a perda.

O presidente Michel Temer declarou luto oficial de três dias , “uma modesta homenagem a quem serviu para os tribunais e todo o povo brasileiro”.  “Cumprimento os familiares do ministro e demais familiares dos outros passeiros do voo… Lamento a perda do homem público cuja trajetória impecável (…) Teori era um homem de bem e um orgulho para todos os brasileiros”, lamentou.

Sergio Moro

O juiz federal Sérgio Moro, conhecido pela Operação Lava Jato, afirmou estar perplexo com a morte de Zavascki. “O ministro foi um grande magistrado e um herói brasileiro. Exemplo para todos os juízes, promotores e advogados deste país.”

“Sem ele, não teria havido a Operação Lava Jato. Espero que seu legado, de serenidade, seriedade e firmeza na aplicação da lei, independente dos interesses envolvidos, ainda que poderosos, não seja esquecido.”

Rodrigo Janot

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que Zavascki “honrou o papel de magistrado, ao atuar de forma ética, isenta, discreta e extremamente técnica durante toda sua carreira”.

Teori Zavascki era relator da Operação Lava Jato e, para Janot, “não hesitou em adotar medidas inéditas para a Suprema Corte, a pedido do Ministério Público Federal”.

“É inegável e inquestionável a grande contribuição que o ministro Teori Zavascki deu ao Estado Democrático de Direito Brasileiro a partir de sua atuação como magistrado”, completou Janot.

LEIA MAIS: Luto: veja a trajetória do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki

Aécio Neves

“Estou profundamente impactado com a tragédia que envolveu o ministro Teori e outros passageiros do mesmo voo. O Brasil tem uma grande dívida de reconhecimento e gratidão com o ministro pela forma equilibrada e responsável com que ele conduziu um dos momentos mais difíceis da história do país. Ele honrou a cadeira que ocupou na nossa mais alta Corte. Os meus profundos sentimentos às famílias de todas as vítimas”, publicou o senador Aécio Neves.

Dilma Rousseff

“É com imenso pesar que recebo a notícia da trágica morte do ministro Teori Zavascki. Hoje perdemos um grande brasileiro. Como juiz e cidadão, Teori se consagrou como um intelectual do Direito, zeloso das leis e da Justiça”, afirmou a ex-presidente Dilma Rousseff.

“Tive o privilégio de indicá-lo para ministro do Supremo Tribunal Federal, com ampla aprovação do Senado. Desempenhou esta função com destemor como um homem sério e íntegro. Lamento a dor da família e dos amigos, recebam meus sentimentos de pesar e respeito.”

Avião caiu em Paraty (RJ) nesta quinta-feira (19): entre passageiros estava o ministro do Supremo Tribunal Federal
Reprodução/Twitter

Avião caiu em Paraty (RJ) nesta quinta-feira (19): entre passageiros estava o ministro do Supremo Tribunal Federal

Geraldo Alckmin

Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin afirmou que o “Brasil perde um homem da Justiça; os brasileiros, um dos protagonistas da Justiça”. Para ele, o ministro era uma das pessoas mais lúcidas e coerentes do Judiciário.

“Em seu trabalho criterioso, que há de ter continuidade, milhões e milhões de brasileiros depositavam a esperança de um país melhor e mais justo. Professor e referência no estudo do Direito, Teori Zavascki dignificou o magistério e a magistratura do Brasil. Fará muita falta. Nossos sentimentos e orações às famílias de todas as vítimas do acidente”, diz ainda a nota.

Justiça Federal – Seção Judiciária do Paraná

“A Direção do Foro da Seção Judiciária do Paraná da Justiça Federal, consternada com a notícia do falecimento de Excelentíssimo Ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, vem, em nome dessa instituição e de todos seus magistrados e servidores, externar seu pesar diante dessa fatalidade.”

“Neste momento de dor, prestamos nossas sinceras homenagens e nosso pesar a todos os familiares de tão honroso jurista, cuja memória será uma constante na história da Justiça Federal da 4ª Região.”

Procuradoria da República no Estado do Paraná

“Os procuradores que integram a força-tarefa Lava Jato na Procuradoria da República no Paraná lamentam o falecimento do magistrado e professor Teori Albino Zavascki, relator da operação no Supremo Tribunal Federal.”

“O ministro Zavascki teve uma trajetória profissional marcada pela lisura e pela seriedade. Sua atuação firme na relatoria da operação honrou o Supremo e foi um louvável serviço prestado ao país.”

Janaina Paschoal

A jurista e advogada Janaina Paschoal afirmou em sua página no Twitter estar muito abalada com a notícia, “sobretudo pelas circunstâncias”. “Sinto pela família e pelo Brasil!”

“Tem que investigar a queda do avião sim! Queremos investigação transparente, feita por equipe formada por membros de vários órgãos. Esse acidente precisa ser mais investigado que qualquer outro. Toda vida é valiosa, mas o papel do Ministro Teori é muito significativo.”

Ministro do Supremo ficou conhecido por ser o relator da maior investigação de corrupção no País
Nelson Jr./SCO/STF – 23/02/2016

Ministro do Supremo ficou conhecido por ser o relator da maior investigação de corrupção no País

Eliseu Padilha

“Teori Zavascki, um dos mais brilhantes Ministros do STF, morreu. Os brasileiros perdem um exemplar cidadão e um Magistrado qualificadíssimo”, publicou Eliseu Padilha, ministro da Casa Civil, em sua página no Twitter. “Todos nós perdemos um laureado e justo Magistrado.”

Presidente da Petrobras

“Lamento profundamente o falecimento do ministro Teori Zavascki que relatou com tanta seriedade, firmeza e justiça os processos da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal. É uma grande perda para a Justiça e para o Brasil”, afirmou Pedro Parente, presidente da Petrobras.

Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais

“A Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais manifesta profundo pesar pelo falecimento do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), após trágico acidente na tarde desta quinta-feira (19).”

“Enquanto ilibado membro da Corte Suprema, Teori Zavascki demonstrou conduta idônea ao arbitrar sobre as mais diversas matérias, representando, nesta data, grande perda para a nação à qual deu tantas contribuições. A ANADEF se solidariza à família do ministro e aos familiares das demais vítimas do acidente e estima seus mais sinceros sentimentos.”

www.reporteriedoferreira.com Por Ig