BESSA GRILL
Início » Destaque » MPPB requer revogação de habeas corpus para acusado de atropelamento

MPPB requer revogação de habeas corpus para acusado de atropelamento

23/01/2017 13:21
 

O procurador destaca a necessidade da prisão temporária do suspeito ser mantida para “fins de elucidação das investigações”

Créditos: Reprodução / WEB

O 2º procurador de Justiça Criminal, José Roseno Neto, requereu ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) a reconsideração da decisão que concedeu habeas corpus a Rodolpho Gonçalves Carlos da Silva, suspeito de atropelar e matar o agente de trânsito Diogo Nascimento de Souza, ao fugir de uma blitz da Operação Lei Seca, na madrugada do último sábado (21).

O procurador destaca a necessidade da prisão temporária do suspeito ser mantida para “fins de elucidação das investigações”.

A solicitação foi apresentada no domingo (22) para reverter decisão do desembargador Joás de Brito, responsável conceder habeas corpus ao suspeito.

Agentes protestam contra liminar que impede prisão de Rodolpho Carlos

A decisão foi do desembargador Joás de Brito Pereira Filho, que na madrugada, concedeu Habeas Corpus a Rodolpho

Créditos: Aguinaldo Mota

Agentes de Trânsito começam a chegar em frente ao prédio do Tribunal de Justiça da Paraíba, no Centro de João Pessoa, para protestar contra a liminar que impede a prisão de Rodolpho Carlos.

Ele é suspeito de atropelar e matar o agente de trânsito Diogo Nascimento de Souza, ao fugir de uma blitz da Operação Lei Seca, na madrugada do último sábado (21).

A decisão foi do desembargador Joás de Brito Pereira Filho, que na madrugada, concedeu Habeas Corpus a Rodolpho.

www.reporteriedoferreira.com