BESSA GRILL
Início » Cidades » Morre procurador de Justiça do MPPB Marcos Navarro

Morre procurador de Justiça do MPPB Marcos Navarro

4/02/2017 22:23
 

José Marcos Navarro Serrano atualmente ocupava a 1ª Procuradoria de Justiça Criminal do MPPB

 Faleceu neste sábado (4), aos 69 anos, o procurador de Justiça José Marcos Navarro Serrano. O corpo será velado no Auditório Procurador de Justiça Edgardo Ferreira Soares, nas dependências da Procuradoria Geral de Justiça, no edifício-sede do MPPB, em João Pessoa.

José Marcos Navarro Serrano, que atualmente ocupava a 1ª Procuradoria de Justiça Criminal do MPPB, ingressou na instituição no dia 16 de junho de 1977 e tomou posse como procurador de Justiça no dia 18 de outubro de 1991. No Ministério Público da Paraíba, já ocupou o cargo de procurador-geral de Justiça no biênio 2001-2003. Dos 25 anos como procurador de Justiça, esteve compondo o Conselho Superior da instituição por mais de 20 anos.

“Uma irreparável perda. Irreparável. Perdemos muito com o falecimento do doutor Marcos Navarro”. Bertrand de Araújo Asfora, procurador-geral de Justiça.

“Tristeza imensa. Homem de raras qualidades, entre as quais destaco a leveza com que encarava a vida e o espírito público apurado, principalmente na defesa do patrimônio histórico de nossa terra. O MPPB ficará mais pobre, menos brilhante, mais triste”. Vasti Cléa Marinho da Costa Lopes, procuradora de Justiça.

“Uma das grandes figuras do Ministério Público da Paraíba. Homem íntegro que fez história na nossa instituição”. Gardênia Cirne de Almeida Galdino, promotora de Justiça.

“Nossa referência (…) Minha gratidão por tudo que o senhor fez por mim na minha carreira (…) Perde o MPPB um homem de valor, culto, íntegro, visionário, justo e, sobretudo, preocupado com os direitos sociais”. Cláudia Cabral Cavalcante, promotora de Justiça.

“Uma das referências do MPPB”. Ernani Lucas Nunes Menezes, promotor de Justiça.

“Muito triste mesmo”. Carolina Soares Honorato de Macedo, promotora de Justiça

“Muito triste e uma grande perda para o nosso MPPB”. Ana Drazielle Araújo Batista de Oliveira, promotora de Justiça.

www.reporteriedoferreira.com Por Assessoria