BESSA GRILL
Início » Destaque » Filho de Mussum lança a cerveja Biritis em SP

Filho de Mussum lança a cerveja Biritis em SP

7/08/2013 04:27

MUSSUMA vida dele era “um ‘litro’ abertis”. Na televisão, dizia que “mais vale um bebadis conhecidis que um alcoólatra anonimis”. Mussum era tão chegado num “suco de cevadis” que chamava garrafa de ampola. Ou melhor, “ampolis”.

Pois daqui a duas semanas, 19 anos depois de sua morte, o trapalhão ganhará uma pertinente homenagem póstuma. “Biritis”, nova marca de cerveja criada por seu filho, será lançada em São Paulo no próximo dia 20.

A bebida é alaranjada, do tipo Vienna Lager, com baixa fermentação e 4,8% de teor alcoólico. A birita será produzida em Serra Negra (a 150 quilômetros da capital).

“Meu pai sempre tomou cerveja, todo mundo sabe. Convivendo com ele desde pequeno, não dava para ser diferente comigo”, diz o empresário Sandro Gomes, 34, um dos quatro filhos do humorista, fã assumido de uma gelada.

Ele faz questão de limpar a imagem “forçada” que cerca o pai. “Na vida real ele não era o Mussum dos Trapalhões. Não bebia o dia inteiro. E não morreu de cirrose, ao contrário do que dizem”.

Mussum tinha um problema congênito no coração e morreu por complicações cardíacas, segundo a família.

O rosto famoso aparece nas tampinhas e rótulos. “Queríamos criar uma bebida diferente das cervejas ‘de massa'”, diz. “Ela é mais elaborada, mas ‘sem frescuris’.”

O inventor da gíria ‘mé’, apelido para cachaça, era mais chegado em louras do que em branquinhas, segundo o filho.

“Ele gostava mesmo é de cerveja, como todo brasileiro, mas quem não toma uma cachacinha de leve?”, pergunta.

Criada em parceria com mais dois sócios, o publicitário Diogo Mello e Leonardo Costa, a Biritis promete ser só a primeira de uma série de cervejas especiais. Quem assina a produção é a cervejaria Ampolis (‘mussunização’ da palavra ampola).

“Já estamos estudando outros rótulos”, diz Mello. O filho de Mussum brinca com as possibilidades. “Tem gente apostando que a próxima vai se chamar Cacildis, outros que vai se chamar Mangueiris, mas ainda não sabemos.”

Inicialmente, Biritis será vendida em apenas 20 pontos de venda no Rio e em São Paulo. Na capital paulista, o lançamento será realizado no dia 20, terça-feira, no Empório Alto de Pinheiros (zona oeste). A meta é produzir 50 mil litros até o fim do ano.

 

 

 

 

da Folha