BESSA GRILL
Início » Destaque » Curiosity encontra mais indícios de água em Marte

Curiosity encontra mais indícios de água em Marte

Equipe da Nasa escolhe ponto da Cratera Gale para iniciar os trabalhos de perfuração do jipe-robô

16/01/2013 13:49

Marter

A equipe da Nasa responsável pelo Curiosity anunciou nesta terça-feira (15) ter descoberto um novo ponto em Marte em que há fortes indícios da presença anterior de fluxos de água, a 500 metros a oeste do local de pouso do jipe-robô , em agosto do ano passado. O grupo anunciou ter escolhido o local para as primeiras perfurações e análises químicas, que devem acontecer em duas semanas.

Leia também:
Bactérias terrestres poderiam resistir em Marte, diz estudo
2012: o ano em que Marte voltou ao imaginário humano
Curiosity encontra sinais de antigo leito de rio em Marte
Curiosity pousa com sucesso em Marte
Veja imagens de Marte

A região, que foi batizada de John Klein (em homenagem ao gerente de projetos da fase de desenvolvimento do Curiosity, morto em 2011), tem uma diversidade geológica que foi considerada bastante interessante pela Nasa, com veios calcários em rochas, nódulos, rochas sedimentárias, pedras brilhantes e buracos no chão. A área também tem temperaturas de solo mais temperadas que os trechos pesquisados pelo robô até agora. “É uma área que já foi úmida, mas completamente diferente do leito de rio que encontramos perto da área de pouso ,” afirmou John Grotzinger, cientista-chefe da missão.

O Curiosity chegou em Marte em 6 de agosto , com a missão de investigar por dois anos se o planeta já teve condições favoráveis à vida, como água corrente.

Infográfico: Conheça toda a tecnologia do Curiosity 

O robô vai perfurar rochas em John Klein (em uma profundidade de até cinco centímetros) e “ingerir” as amostras, fazendo análises químicas em instrumentos em seu interior. As análises procurarão pela composição mineral e química das amostras. “A perfuração vai ser a atividade mais desafiadora da missão desde o pouso, por ser inédita,” disse o gerente de projetos Richard Cook, do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa. “A interação das brocas e do resto do equipamento de perfuração com o material marciano está fora do nosso controle. Não seria surpreendente se algumas partes do processo não acontecerem como planejamos”.

Veja o local onde o Curiosity vai iniciar sua perfuração e outras fotos de Marte

Local encontrado pela Nasa cuja geologia indica que a presença, há muito tempo, de água corrente. A escala mostra as dimensões das rochas. Foto: NASA/JPL
Composição de imagens do instrumento MAHLI criam auto retrato completo do Curiosity (1/11/2012). Foto: JPL/Nasa
Gráfico mostra resultado da primeira análise do solo marciano pelo CheMin, do Curiosity. Foto: NASA/JPL-Caltech/Ames
6/58
Na imagem um afloramento de rocha, sinal de um antigo leito de rio em Marte. Foto: Nasa
8/58
Rocha medindo 25 cm de altura com 40 cm de largura na base será analisada pelo Jipe-robô em Marte. Foto: AP
Amostra de rocha basáltica da lava de um vulcão no Novo México foi usada na calibragem do APXS. (12/09). Foto: NASA/JPL-Caltech/Malin Space Science Systems
Do Ig