BESSA GRILL
Início » Destaque » Copa das Libertadores 2016; Boca perde sofrendo três gols em casa pela primeira

Copa das Libertadores 2016; Boca perde sofrendo três gols em casa pela primeira

Contra o Independiente Del Valle, argentinos sofrem 12ª derrota em 131 jogos como mandante na história da competição. Quatro brasileiros venceram na Bombonera

15/07/2016 13:05
Jogadores do Independiente del Valle comemoram gol contra o Boca Juniors (Foto: Marcos Brindicci/Reuters)Jogadores do Independiente Del Valle comemoram no La Bombonera (Foto: Marcos Brindicci/Reuters)

Além da vaga inédita na final da Libertadores obtida após o 3 a 2 sobre o Boca Juniors na última quinta-feira, o Independiente Del Valle alcançou outro feito marcante na história da competição. Foi a primeira vez que a equipe argentina foi derrotada sofrendo mais de dois gols jogando no La Bombonera. Os equatorianos foram responsáveis pelo 12º revés do time de Buenos Aires em 131 partidas como mandante.

Foi a primeira vez que uma equipe do Equador bateu os xeneizes em solo argentino em uma Libertadores. O país que mais vezes conseguiu o feito foi o Brasil, com Santos, Cruzeiro, Paysandu e Fluminense. México e Uruguai tiveram dois representantes cada na lista – os argentinos Independiente e Vélez Sarsfield também venceram o Boca no estádio rival.

Foram sete derrotas em fase de grupos, duas em oitavas, uma em semifinal e duas em finais. No mata-mata, o resultado negativo em casa foi revertido em duas oportunidades: nas oitavas diante do Paysandu em 2003, com vitória no Brasil por 4 a 2 no jogo da volta, e na decisão de 2001 contra o Cruz Azul, quando o 1 a 0 mexicano levou o duelo para os pênaltis e os argentinos levaram a melhor por 3 a 1 – conquistando o tetracampeonato.

O Boca já havia sofrido três gols jogando em casa, mas somente em vitórias. Foram cinco vezes: nos 4 a 3 sobre Colo-Colo-CHI (2008), River Plate (1991) e Sporting Cristal-PER (1989) e nos 5 a 3 sobre El Nacional-EQU (2000) e Olímpia-PAR (1963).

TABELA derrotas Boca JUniors estádio Bombonera (Foto: Editoria de Arte)
www.reporteriedoferreira.com    Por Globoesporte