BESSA GRILL
Início » Destaque » Cerca de 200 mil foliões vão às ruas nos 74 blocos de SP

Cerca de 200 mil foliões vão às ruas nos 74 blocos de SP

Nem a chuva que caiu no meio da tarde desanimou os paulistanos. Trânsito ficou complicado nas ruas próximas às de passagem dos blocos.

8/02/2015 03:48
Multidão nas ruas de são Paulo durante a passagem do bloco Bangalafumenga (Foto: Victor Moriyama/G1)

Multidão nas ruas de são Paulo durante a passagem do bloco Bangalafumenga (Foto: Victor Moriyama/G1)

Multidão nas ruas de são Paulo durante a passagem do bloco Bangalafumenga (Foto: Victor Moriyama/G1)

Cerca de 200 mil foliões foram às ruas nos 74 blocos que desfilaram neste sábado (7) em São Paulo. Segundo a Prefeitura de São Paulo, a maior parte dessas pessoas, cerca de 130 mil, integraram 17 blocos que desfilaram pela Vila Madalena e Pinheiros, na Zona Oeste. Neste domingo, 28 blocos de rua devem desfilar.

saiba mais

VEJA GALERIA DE FOTOS
Blocos de carnaval alteram trânsito em vias de São Paulo
Confira agenda dos blocos do carnaval de rua 2015 em São Paulo
Bloco Confraria do Pasmado troca Vila Madalena por Pinheiros em 2015
Prefeitura registra recorde de blocos em SP e reforça banheiros químicos
A chuva surpreendeu os foliões no meio da tarde, mas a festa continuou depois do temporal e invadiu a noite. Os blocos foram orientados a manter os desfiles até as 22h, com a dispersão no máximo até 0h.
Motoristas foram pegos de surpresa e enfrentaram dificuldades para trafegar nas ruas próximas às utilizadas pela passagem dos blocos. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) diz que usou 250 agentes na realização de bloqueios e o acompanhamento dos blocos. O pico de lentidão foi registrado às 15h, com 15 km.

A Prefeitura diz que colocou 250 agentes da CET para fazer bloqueios e acompanhar os blocos, 150 agentes para fiscalizar o cumprimento de normas municipais, 49 carros da GCM e 187 agentes para atuar junto aos blocos e mais de 560 banheiros químicos. O Samu disponibilizou 105 ambulâncias e até o final da tarde nenhuma ocorrência relacionada ao Carnaval foi registrada.

Foliões tomam banho de chuva em bloco carnavalesco (Foto: Victor Moriyama/G1)

Foliões tomam banho de chuva em bloco carnavalesco (Foto: Victor Moriyama/G1)

A Prefeitura colocou cerca de 560 banheiros químicos no percurso dos blocos. Cerca de 800 funcionários fizeram a limpeza das vias. Eles usaram 50 carros-pipa abastecidos com água de reúso.

Segundo a Prefeitura, 140 agentes de limpeza trabalharam na região da Vila Madalena ao longo de todo o dia, com 30 caminhões para o recolhimento dos resíduos. Foram instalados 194 banheiros químicos, sete ambulâncias, cada uma delas com um socorrista, e dois postos médicos. O SAMU mobilizou duas bases para o atendimento à região e até o fim da tarde, nenhuma ocorrência grave havia sido registrada.

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) levou cerca de 70 agentes para a região para realizar os bloqueios de vias, impedir o estacionamento de veículos nas ruas de concentração e garantir o acesso dos moradores.

A grande concentração de pessoas em torno da Avenida Paulo VI, que recebeu os blocos Bangalafumenga e Sargento Pimenta, ocasionou lentidão do trânsito nas vias dos arredores durante a tarde.

Na parte de segurança, para coibir crimes e dar apoio as apreensões, a Guarda Civil Metropolitana (GCM) escalou 107 profissionais e 25 viaturas para a região. Ao longo do dia, foram apreendidos 830 itens de comércio irregular, entre latas e garrafas de cerveja, de vinho e de água. Foram também recolhidos sete carrinhos e cinco caixas de isopor. A Polícia Militar também atuou na Vila Madalena, assim como equipes do Programa de Silêncio Urbano (PSIU).

Na madrugada entre sexta (6) e sábado (7), 70 profissionais atuaram na limpeza das ruas do bairro. Foram recolhidos 17 toneladas de lixo e utilizados 50 metros cúbicos de água de reúso e 80 litros de desinfetante para a limpeza das vias.

Chuva forte não desanima foliões em bloco de carnaval paulistano (Foto: Victor Moriyama/G1)

Chuva forte não desanima foliões em bloco de carnaval paulistano (Foto: Victor Moriyama/G1)

Neste domingo, haverá bloqueio na Faria Lima, das 12h às 20h, entre a Rua Padre Carvalho e o Largo da Batata, e na Avenida Paulo VI, das 13h às 19h, entre a Rua Henrique Schaumann e a Praça Caetano Fraccaroli, no sentido Sumaré. Lá haverá desfile dos blocos Gambiarra e Quizomba, que devem levar 20 mil para as ruas.

Na Vila Madalena poderá ocorrer bloqueios momentâneos para a passagem dos blocos nas ruas Girassol, Wisard, Simão Álvares e Cardeal Arcoverde. Ainda segundo a CET, os motoristas deverão utilizar como alternativas: Rua Heitor Penteado, Avenida Doutor Arnaldo, Avenida Rebouças, Avenida Eusébio Matoso, Avenida das Nações Unidas, Avenida Frederico Herman Junior e Rua Natingui.

Na região do Parque Ibirapuera, na Zona Sul, o desfila da Banda Gueri-Gueri vai fazer com que haja bloqueio parcial, entre as 14h e 23h59 de sábado (7), das praças General Estilac Leal e Armando de Salles Oliveira; na Avenida Pedro Álvares Cabral, entre a Praça Armando Salles de Oliveira e a Praça Escoteiro Aldo Chioratto; na Rua Abílio Soares, entre a Avenida General Mário Kozel Filho e a Avenida Pedro Álvares Cabral; e na Rua Manoel da Nóbrega, entre a Praça General Estilac Leal, Praça Armando de Salles Oliveira e a Praça Dia do Senhor.

Centro
Vias da Bela Vista serão bloqueadas parcial e momentaneamente para a passagem do desfile do bloco Fuzuê SP, entre as 13h e as 18h. A concentração será Praça Dom Orione e, de lá, os foliões percorrerão as ruas Rui Barbosa, Santo Antônio e Treze de Maio.

Na Luz haverá bloqueios entre as ruas Brigadeiro Tobias e Viaduto General Couto Magalhães,  das 11h às 22h. Os motoristas que precisarem acessar a região deverão desviar pelas ruas Prates e Ribeiro de Lima, além da Avenida Tiradentes.

A Ciclofaixa de Lazer do Centro não será ativada na região do Parque da Luz, neste domingo. Os ciclistas deverão efetuar o retorno na Avenida Casper Libero e Rua Mauá.

www.reporteriedoferreira.com G1