BESSA GRILL
Início » Colunistas » VÍTIMAS DA VAIDADE EXAGERADA: Escrito Por Rui Leitao 

VÍTIMAS DA VAIDADE EXAGERADA: Escrito Por Rui Leitao 

21/12/2018 10:57

VÍTIMAS DA VAIDADE EXAGERADA: Escrito Por Rui Leitao

 

FHC chegou a dizer que se considera mais inteligente do que vaidoso. Deve ser essa a mesma avaliação que faz de si o futuro ministro da justiça, Sérgio Moro. Quase impossível não perceber a excessiva vaidade em quem se julga mais sábio, ou mais esperto, do que os outros. Para valorizar a sua realização pessoal tem a necessidade de se apresentar como alguém que está acima dos simples mortais. O nome do vaidoso precisa sempre estar sendo exaltado, embora mascarando suas atitudes com falsas manifestações de sabedoria e competência extraordinárias. Prevalece o interesse, fora do comum, em ver-se superior aos demais.

Basta a mera afirmação de que se acham muito inteligentes para revelar a extrema vaidade de que são portadores. Devem detestar se olhar no espelho, com receio de que vejam refletidos os defeitos que a todo custo tentam esconder. O verdadeiro caráter exposto aos próprios olhos.

A vaidade produz delírios que afetam a personalidade. Os vaidosos fazem da reputação uma fantasia. Para o alcance da fama submetem-se a jogos de servilismo e submissão aos poderosos de plantão, jogando, sem qualquer constrangimento, o jogo que lhes for determinado. Deslumbrados, não conseguem escapar das armadilhas que a cegueira da vaidade não lhes permitiu visualizar. De repente se vêm perdendo a independência e se envolvendo em situações que antes condenavam. Mas tudo objetivando a glória almejada.

Quando o desapontamento já não pode mais deixar de ser observado, não há mais o que fazer, a não ser buscar justificativas para suas aventuras incentivadas pela vaidade exagerada. Aí fica difícil convencer de que essas pessoas são mais inteligentes do que vaidosas. E assim caminha a humanidade. De vaidosos que se imaginam inteligentes o mundo está cheio.

www.reporteriedoferreira.com.br