BESSA GRILL
Início » Colunistas » SOBRE O DIA DE ONTEM: por Fabiana Agra

SOBRE O DIA DE ONTEM: por Fabiana Agra

10/08/2016 07:29
 Foto de Fabiana Agra.

SOBRE O DIA DE ONTEM
por Fabiana Agra

 

Há dias que, por inesquecíveis, serão sempre rememorados e certamente a segunda 09/05/16 será um desses. Estávamos com a derrota (ainda que momentânea) nas costas, preparando o contra-ataque para a quinta-feira, quando uma canetada do presidente interino da Câmara muda o script da crise política brasileira. Eu engasguei o almoço, quando soube; igual aos milhões de ativistas digitais, corri pras redes sociais e sim, era verdade! Dilma Rousseff, a democracia e o povo brasileiro acabara de receber uma nova oportunidade, um adiamento do “dia seguinte após”. E na altura do campeonato, chovendo, o jogo perdido de 3×1 e faltando 5 minutos pro apito final, isso é pra ser comemorado, analisado e, principalmente, trabalhado por todos nós.

Aí depois vieram as imagens. Que imagens! Pela primeira vez desde que Brasília é gente, o Palácio do Planalto foi ocupado – só que em defesa da presidenta – e também pela primeira vez na história, aquilo ali ficou um espaço alegre, com a rapaziada mandando ver nas músicas e faixas; na avenida da paulicéia desvairada, a moçada também mandou ver na alegria de comemorar não uma vitória, mas uma provável luz no fim do túnel (mas que não seja o trem, como bem lembrou meu amigo Amauri); aí teve outra aglomeração na porta do Senado, com o povo mandando ver…

Sim, eu sei que ninguém em sã consciência vai gritar o gol apenas por ter sido marcado um pênalti, eu bem sei, cara-pálida! É por isso que estamos aqui, eu e dezenas de companheiros, insones, feito enxadristas, estudando o cenário e tentando antever o que virá nos próximos lances: judicialização do processo? STF fazendo cara de paisagem? STF tomando para si alguma decisão sem rasgar a Carta Magna? Mas por mais que tentemos, será mais por obra de adivinhação prever o que virá de Brasília nos próximos dias, porque não sabemos ainda qual das caixas foi aberta – se a de surpresas ou a de Pandora, aquela que estava sendo sacolejada há meses…

Mas o dia de ontem, ah, o dia de ontem! A sensação foi saber que isso aqui é História com H maiúsculo mesmo, sabe? E o melhor de tudo é que, graças às redes sociais, a gente que vive nos cafundós desse Brasilzão de meu Deus também pode fazer parte do momento, também se faz pertencer a um recorte histórico que está sendo construído, peça por peça, num mosaico multicor e labirintal. É dolorido o processo, mas quando tudo isso acabar, o povo brasileiro estará mais forte e, quem sabe, discutindo política como quem discutia futebol…
VIVA A DEMOCRACIA!
VIVA O POVO BRASILEIRO!
VIVA, ESTAMOS VIVOS!

Epa. Eu bem que desconfiei no próprio sonho. Tudo não passou de um sonho. Enquanto escrevia, o presidente interino anulava a decisão proferida no dia de ontem. A nave segue. Viva quem permanecer vivo.

Picuí do Seridó, madrugada de 10 de maio de 2016.

www.reporteriedoferreira.com  Por * Fabiana Agra é advogada e jornalista