BESSA GRILL
Início » Colunistas » O DESAPONTAMENTO Por Rui Leitao 

O DESAPONTAMENTO Por Rui Leitao 

2/10/2019 23:14

O DESAPONTAMENTO Por Rui Leitao

A experiência do desapontamento é algo que atinge fortemente a nossa paz de espírito. O sentimento de que esperanças foram desfeitas, expectativas não foram correspondidas, vontades deixaram de ser concretizadas, nos levam a situações de indignação, dor, decepção. Isso causa mal estar e desmotivação, num primeiro momento. Difícil fugir desse impacto pessimista que um desapontamento provoca.

Nessa hora convém avaliarmos e interpretarmos os motivos do desapontamento que nos aflige. Pode ser causado por alguém em quem depositávamos total confiança, como também pode ser consequência dos nossos próprios erros. Em quaisquer das circunstâncias, ainda que atacados pela desilusão ou desengano, não devemos aceitar que o sentido de nossa vida seja influenciado negativamente. Baixar a cabeça e resignar-se como se houvesse acontecido o inevitável, é desacreditar em si mesmo.

Melhor pensar que o desgosto ou desalento vivenciado de forma surpreendente, veio como uma mensagem de ensinamento. Em primeiro lugar, a percepção de que nunca devemos levantar expectativas exageradas em nada que façamos na vida. Sonhar com os pés no chão, preparando-nos para os possíveis malogros ou frustrações. Depois, encarar a decepção como a oportunidade de retirarmos dela conhecimento e experiência para o futuro. Ao verificarmos que o caminho que seguíamos não era o certo, corrigir rumos sem nos desesperarmos ou desistirmos dos nossos projetos de vida.

Superar as incertezas e o desconforto que o desapontamento pode nos acarretar é a atitude mais inteligente a ser adotada. Afinal de contas esse é um sentimento momentâneo, passageiro, efêmero. Nada que nos faça permanecer na sensação de sofrimento e desilusão. Como diz a canção popular: “Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”.

• Do livro “SENTIMENTOS, EMOÇÕES E ATITUDES”.

www.reporteriedoferreira.com.br   Por Rui Leitão