BESSA GRILL
Início » Colunistas » LEVADA PELO VENTO: Escrito Por Lena Rolim Guimarães

LEVADA PELO VENTO: Escrito Por Lena Rolim Guimarães

10/07/2019 21:09

LEVADA PELO VENTO: Escrito Por Lena Rolim Guimarães

Há alguns anos ouvi de um político sem mandato que “o povo sonha, mas a política torna pesadelo”. Lembrei dessa pérola no momento em que li texto distribuído pela assessoria do prefeito Romero Rodrigues, de Campina Grande, sobre encontro com o presidente Jair Bolsonaro. Na pauta, os dois trataram da concessão da linha férrea federal para o Município (leia-se Prefeitura), que atestam como “um pleito pelo qual o prefeito vem batalhando há, pelo menos, três anos”.

O presidente da República acatou o pleito do aliado e ex-colega de Câmara e, por telefone, deu recomendação expressa ao ministro Tarcísio de Freitas, da Infraestrutura, para dar total prioridade à demanda apresentada por Romero, conforme destacou o texto divulgado. Uma ótima conquista para o povo campinense se vier a se confirmar a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na cidade.

O anúncio veio, no entanto, um dia após o governador João Azevêdo ter se reunido, em Brasília, com o mesmo ministro Tarcísio de Freitas. Naquela audiência com o auxiliar do presidente Bolsonaro e, segundo a Secom do Estado, o governador garantiu a assinatura de um termo que permitiria ao Governo do Estado iniciar o projeto de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), em Campina Grande. E já tinha até data marcada: 17 de julho.

O termo transferiria para o Estado a faixa de domínio, de forma definitiva. Mais uma vez, o presidente desfaz ou desautoriza um ministro seu ao garantir ao prefeito o que o ministro havia acertado com o governador.

Outra batalha se anuncia na Rainha da Borborema. Que ganhe o povo! (Por Damásio Dias)

TORPEDO

“É uma ação de extrema grandeza, conquistada com muita luta pelas lideranças políticas de Campina Grande, para que fosse colocada dentro do plano de governo de João Azevedo. Ele viu que realmente é uma obra importante para o nosso povo.” De Adriano Galdino, presidente da Assembleia Legislativa, sobre o projeto de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), para a cidade de Campina Grande.

2ª reunião. O prefeito Romero Rodrigues ao ser recebido ontem pelo presidente Jair Bolsonaro, em Brasília, teve a confirmação da presença do presidente na inauguração do Complexo Aluízio Campos, no próximo dia 11 de outubro.

Disse não. O presidente Jair Bolsonaro vetou integralmente, por inconstitucionalidade, o projeto que autorizava a criação dos juizados especiais criminais digitais. Lidariam com a conciliação, o julgamento e a execução das infrações penais de menor potencial ofensivo com uso da informática.

Revitalizar. O governador João Azevêdo discutiu ontem, em Brasília, com o diretor do Departamento de Patrimônio Material do Iphan, Andrey Rosenthal, a recuperação do Palácio da Redenção – sede do Governo da Paraíba.

Acessível. No encontro, o governador explicou que o Governo do Estado pretende viabilizar, até o final do ano, um projeto que torne o monumento em um espaço de visitação na Capital paraibana.

Xeque-mate. Em mais de cinco horas de depoimento, o ex-prefeito de Cabedelo Leto Viana reconheceu a prática de exigir cartas-renúncias dos vereadores em troca de dinheiro em sua gestão e afirmou que ela já vinha sendo realizada desde 2007 por seus antecessores na Prefeitura.

Diretriz. A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado aprovou projeto que torna o diploma de licenciatura em Educação Física obrigatório para professores da disciplina. O texto agora seguirá para a Câmara dos Deputados, se não houver recurso para análise em Plenário.

Decisão. O Pleno do TJPB se reúne nesta quarta-feira (10), às 14h, em sessão administrativa, para decidir sobre o Anteprojeto que extingue o 2º Juizado Auxiliar Misto (JAM) e dá nova denominação ao 3º JAM, ambos com sede em Guarabira.

Alterada. Os membros do colegiado realizarão mudanças na Loje. O relator é o desembargador Joás de Brito Pereira Filho. A Circunscrição é integrada também por Alagoinha, Arara, Araçagi, Araruna, Bananeiras, Belém, Caiçara, Cacimba de Dentro, Mari, Pilões, Pirpirituba, Serraria e Solânea.

ZIGUE-ZAGUE

A Defensoria Pública da União (DPU) terá o atendimento restrito a João Pessoa, a partir de 28 de julho, com o fechamento da unidade em Campina Grande.

O fechamento é resultado da devolução dos 828 servidores requisitados de outros órgãos para atuação na DPU. Esse pessoal cedido representa 63% da força de trabalho administrativa nas 70 unidades pelo Brasil.

www.repoteriedoferreira.com.br