BESSA GRILL
Início » Colunistas » A UNIDADE EM RESISTENCIA À TRUCULÊNCIA QUE DIVIDE: Por Rui Leitao

A UNIDADE EM RESISTENCIA À TRUCULÊNCIA QUE DIVIDE: Por Rui Leitao

22/08/2019 11:45

 

Desde ontem venho tendo a oportunidade de presenciar um acontecimento histórico de grande relevância para a construção de um Brasil que precisa agir sem que se dê espaço para as posições políticas que só produzem divisões. Os governadores do Nordeste se irmanam numa causa que se mostra maior do que qualquer divergência politica: a defesa dos interesses do Nordeste e, por consequência, do Brasil.

O consórcio nordestino de governadores impressiona pelo espírito cívico que deve prevalecer nos agentes públicos responsáveis. Percebe-se com clareza a compreensao de que “A união faz a força “, quando se faz necessário o enfrentamento de dificuldades que são iguais a todos.

Eles resistem com sabedoria às provocações que estimulam beligerância, adotando posturas em favor da unidade pragmática que caminha para avanços. São lideranças que se mostram dispostas a reunir esforços que fortaleçam as condições de enfrentar os desafios que a conjuntura nacional está impondo.

Por isso classifico como histórica essa idéia de criar um consórcio de governadores do Nordeste de forma a atuar suprapartidariamente, objetivando alcançar resultados que garantam o desenvolvimento social e econômico de nossa região, ainda que existam atitudes que incentivem confronta-los com a necessária unidade que o momento de crise nacional exige. A ação solidária produzirá, pelo que pudemos perceber, resultados extremamente benéficos para o Nordeste. Esse exemplo precisa ser seguido por todos os que têm a responsabilidade de exercer a nobre missão de governar.

Acompanhado do jornalista Walter Santos, da revista NORDESTE, a quem agradeço o convite para testemunhar tão importante evento, me sinto aliviado em ver que há luz no fim do túnel. Nas crises os homens públicos sérios agem dessa forma: fazendo da unidade um instrumento de força para vencer obstáculos, muitos deles causados propositadamente por motivações partidárias ou ideológicas. O Nordeste e o Brasil estão acima de questiúnculas pessoais inconsequentes ou interesses estranhos às demandas nacionais.

www.reporteriedoferreira.com.br  Por Rui Leitão