BESSA GRILL
Início » Colunistas » A maré de Ricardo: Escrito Po Lena Rolim Guimarães 

A maré de Ricardo: Escrito Po Lena Rolim Guimarães 

10/11/2017 08:01

A maré de Ricardo: Escrito Po Lena Rolim Guimarães 

Definitivamente, a maré não está boa para o governador Ricardo Coutinho. Tentou impor sua vontade na distribuição das receitas estaduais e foi impedido pelo Judiciário, que suspendeu a tramitação do orçamento 2018 na Assembleia. E o Ministério Público aderiu.

 

 

Antes, Ricardo reduziu repasses para UEPB e teve recursos bloqueados para garantir o funcionamento da instituição. O mesmo ocorreu com precatórios. Em meio ao debate sucessório, ouviu o vice-prefeito Manoel Júnior relacionar seu nome ao assassinato do jovem Bruno Ernesto (Jampa Digital) e desafiá-lo a abrir o sigilo do caso.

 

 

Por último, o TCE sustou o programa Empreender-PB por irregularidades apuradas pela Auditoria, denunciadas pelo Ministério Publico de Contas, aceitas pelo conselheiro relator das contas estaduais de 2017, Fernando Catão e confirmada pelo Pleno.

 

 

Se os empréstimos do Empreender-PB não fossem a causa da principal ação que tramita no TRE, com pedido de cassação de Ricardo Coutinho por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2014, ainda seria um incômodo grande para o governo, que fez dele um dos principais pilastres da sua gestão.

 

 

O Empreender-PB foi criado para estimular pequenos negócios, emprestando dinheiro, com prazo para restituição. O TCE disse que identificou falta de transparência nos procedimentos para concessão do crédito e pagamento das parcelas; que foram concedidos empréstimos a diversos servidores públicos, inclusive vinculados ao próprio programa; que pessoas de uma mesma família foram beneficiadas, contrariando o objetivo do programa e os princípios da impessoalidade e moralidade; e que só neste anos já foram concedidos mais de R$ 6 milhões, sem qualquer transparência.

 

 

Tem mais. A propaganda de Ricardo Coutinho diz que ele acabou com isolamento das cidades e que construiu excelentes estradas na Paraíba. A Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulgou avaliação das estradas do País e diz que, na Paraíba, 97,6% das estaduais são de qualidade péssima ou ruim. Já as federais fazem o contraponto: 74,6% são de ótima ou boa qualidade, e 25,2%, regular.

Se a avaliação fosse de um adversário político, dava para ser questionada. Como é uma instituição acreditada nacionalmente, fragiliza o discurso. Os dias não estão fáceis para Ricardo.

TORPEDO
As candidaturas e as postulações se mantêm, só não vou fazer, repito, com obsessão. Está muito desestimulante a política no Brasil, imagine na Paraíba. Aliás, tenho a impressão que as candidaturas no próximo ano serão registradas na Central de Polícia, e não mais no TRE.

Do prefeito Romero Rodrigues (PSDB), reafirmando sua postulação ao governo, mas revelando decepção com o debate sucessório.

Lava Jato…
Líder da oposição, o deputado Bruno Cunha Lima disse, da tribuna da Assembleia, que o caso do Empreender-PB é “a Lava Jato paraibana”. Pediu cruzamento de dados de beneficiados com os que eram “codificados”.

 

 

… paraibana
A decisão do TCE de suspender o Empreender levou o deputado a cobrar do TRE o julgamento da Aije do MPE sobre seu uso eleitoral em 2014. “Esse mistério envolvendo o programa interessa a todos os paraibanos”.

Crimes rurais
O deputado Raniery Paulino está propondo a criação de Delegacia especializada em crimes no campo, que vão de furto de animais na roça ou durante o transporte, até veículos usados pelos produtores e seus bens.

 

 

Boa notícia
O TCE vai fazer concurso para 20 vagas, sendo 15 de Auditor de Contas Públicas (exige curso superior) e cinco de Agente de Documentação (ensino médio). Os salários são respectivamente de R$ 13 mil e R$ 5,5 mil.

ZIGUE-ZAGUE
+ Temer decide manter tempo de contribuição em 15 anos para tentar aprovar a reforma da Previdência com idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres.
+ Pela proposta, ficarão de fora as modificações propostas para aposentadorias do trabalhador rural e também para benefícios de prestação continuada (BPC).
 www.reporteriedoferrera.com.br