BESSA GRILL
Início » Colunistas » A 6ª FASE DA CALVÁRIO: Por Lena Rolim Guimarães 

A 6ª FASE DA CALVÁRIO: Por Lena Rolim Guimarães 

17/10/2019 09:09

A 6ª FASE DA CALVÁRIO: Por Lena Rolim Guimarães

Apenas seis dias após deflagrar a 5ª fase da operação Calvário, com abrangência em cinco Estados e que prendeu três na Paraíba, o Grupo de Ação contra o crime Organizado na Paraíba – Gaeco, voltou às ruas com a 6ª fase, que cumpre mandados de busca e apreensão em endereços dos que teriam distribuído ou recebido propina.

O Gaeco quer reunir provas das revelações feitas por delatores do esquema de desvio de dinheiro da Saúde e da Educação para enriquecimento ilícito de agentes públicos e financiamento de campanhas eleitorais do partido no poder.

Os investigadores foram à casa do ex-secretário Ivan Burity, da advogada Luciana Ramos Neiva, em endereços de Eduardo Simões Coutinho, Marcelino Paiva Martins, nos hospitais Metropolitano de Santa Rita e no Regional de Mamanguape.

Foram ainda no aeroporto Castro Pinto para obter registros de voos particulares e seus passageiros, e conferir informação que teria sido passada pela ex-secretária Livânia Farias sobre transporte de propina de outros Estados para a Paraíba. O despacho que garantiu a 5ª fase já antecipara que o hangar do governo da Paraíba tinha sido usado nessas operações.

O desembargador Ricardo Vital autorizou buscas até em quartos de hotéis, motéis e outras hospedagens temporárias. Também avalizou apreensão de materiais em veículos, bem como acesso ao conteúdo dos dispositivos eletrônicos, inclusive na nuvem, em especial os relacionados a diálogos e e-mails; e o afastamento do sigilo telemático dos serviços digitais contidos nos aparelhos apreendidos com os investigados.

O desembargador Ricardo Vital determinou que tão logo cumpridas as medidas, fosse levantado o sigilo dos autos. Ele apontou que o material já apreendido permite supor que Daniel Gomes (Cruz Vermelha RS), ao abrir filial na Paraíba, criou condições para continuar atuando em supostos esquemas criminosos.

O deputado oposicionista Tovar Correia Lima criticou o governador João Azevêdo por realizar dois novos chamamentos públicos para contratação de OS para gerenciar hospitais no valor de R$ 88 milhões e R$ 261 milhões. “Esse modelo não deu certo e me causa muita estranheza insistir nisso. Será que querem continuar com esse esquema de corrupção?”. Com a palavra, João Azevêdo.

TORPEDO

“A falta de reconhecimento para com os professores impede maiores comemorações. O magistério está sofrido e não tem muito o que comemorar e busca o apoio para o seu PCCR. Vamos lutar, junto com a categoria.” Do deputado Edmilson Soares, professor e ex-diretor do Lyceu Paraibano, solidário com os educadores que reclamam PCCR.

Gostinho. Sai a deputada Paula Francinete Almeida, 1ª Dama de Cajazeiras. Entra na sua vaga a suplente Jane Alvino Panta, 1ª Dama de Santa Rita. Ambas do PP. A licença permite que a segunda passe quatro meses na ALPB.

Deleite. O deputado Cabo Gilberto disse que seguirá os passos partidários do presidente Jair Bolsonaro, em qualquer circunstância, e deixou claro que, caso saia do PSL, não dará satisfação nenhuma ao presidente estadual.

Submisso? “Eu não preciso avisar a Julian Lemos, porque eu não sou subordinado a ele. Sou deputado estadual e só tenho satisfação a dar ao povo”. Cabo Gilberto elogiou Bolsonaro por mandar investigar o “próprio partido”.

Caráter. “Ele pode ter todos os defeitos do mundo, mas corrupto ele não é. Está aí a sua vida aberta à população brasileira, seus 30 anos de serviço público prestados ao País. Ele saindo, eu saio na mesma hora”, disse o deputado.

Novos… O Pleno do TJPB vai indicar, hoje, os magistrados que ocuparão as duas vagas de Membro Suplente no TRE-PB, em face do término do biênio dos juízes Kéops de Vasconcelos Amaral e Agamenilde Dias Arruda.

… juízes Concorrem às vagas os juízes Manuel Antunes (12ª Vara Cível), Almir Fonseca Filho (6ª Vara de Família), Adhemar de Paula Ferreira Neto (2º Juizado Especial Cível) e Sivanildo Torres Ferreira (2ª Vara de Família).

ZIGUE-ZAGUE

-O presidente Jair Bolsonaro assinou Medida Provisória que garante o pagamento do 13º aos beneficiários do Bolsa Família, conforme prometeu no inicio do ano.

-Será uma parcela dupla no último mês do ano. “São R$ 2,5 bilhões a mais que vão entrar no Bolsa Família desse ano. O dinheiro vem do que economizamos”.

www.reporteriedoferreira.com.br