BESSA GRILL
Início » Colunistas » A MARAVILHOSA SENSAÇÃO DE SER AVÔ:  Escrito Por Rui Leitao

A MARAVILHOSA SENSAÇÃO DE SER AVÔ:  Escrito Por Rui Leitao

26/07/2018 18:08
 

A MARAVILHOSA SENSAÇÃO DE SER AVÔ:  Escrito Por Rui Leitao 

 

A sensação de ser avô é algo que podemos definir como conhecer a felicidade. É olhar para os netos com orgulho e procurar neles o que possa identificar como herança que lhes foi transmitida, seja no aspecto físico, seja no comportamental. A alegria de perceber que estamos experimentando mais um ciclo de nossa vida.

A Bíblia fala que os netos são como coroa para os avós (Provérbios 17.6). Daí a gente poder afirmar que eles são presentes de Deus. Talvez seja uma das compensações da velhice, o que nos dá o direito de amá-los com extravagância, sem a preocupação de obedecer às regras usuais do bom senso e do equilíbrio emocional. Os netos, portanto, ao chegarem em nossas vidas tornam-se amores novos, donos de um coração já conhecedor de muitas emoções, mas receptivo a um sentimento jamais vivenciado.

O avô é cúmplice dos netos nas suas peraltices. Por isso muita gente fala que os avós estragam os netos, porque eles são companheiros de aventuras, muitas das vezes sob a censura dos pais. Cometem o pecado de permitir o proibido, ainda que sem fugir dos níveis de responsabilidade. Porém, prevalece a vontade de atender os desejos dos netos, sejam quais forem.. E eles, ao perceberem isso, exploram essa fragilidade emocional. Os avós adoram participar da bagunça diária dos seus netos.

A paternidade reprisada vivida por um avô causa um sentimento de renovação existencial, como se fosse um renascimento. Reenergiza a vontade de viver. Vivendo uma sociedade bem diferente da que vivenciamos quando crianças, passamos a aprender com nossos netos. Eles que nos tiram as dúvidas que temos na operação dos celulares e computadores. E nos surpreendem com informações que não tínhamos, porque possuem uma capacidade de recepção de novos conhecimentos bem maior que a nossa. Então, essa relação entre avós e netos é enriquecedora para ambos. 
VIVA O DIA DOS AVÓS.

(com esse texto homenageio meus netos: André Filho, Gabriel, Davi, Júlia, Isabela, Eduardo e Filipe)

www.reporteriedoferreira.com.br