BESSA GRILL
Início » Cidades » VITAL DO RÊGO FILHO Escrito por Marcos Souto Maior

VITAL DO RÊGO FILHO Escrito por Marcos Souto Maior

21/12/2014 00:52

IMGP0037-276x320VITAL DO RÊGO FILHO

Escrito por Marcos Souto Maior

Amigo é para sempre, cultivando e memorizando as longas passadas pelos caminhos tortuosos de nossas vidas. Na verdade, o tempo insiste em nos distanciar da presença física de cada um, na medida drástica, em que a idade tenta apagar os saudosos convívios, com o aumento considerável de pessoas. Entretanto, a mente se alia à poderosa internet formando um filme de longa metragem sempre alimentado a cada momento importante.

Pois bem, na minha “laje” do bairro Manaíra, o sol abriu por entre as frestas das cortinas e resolvi acordar mais cedo para a leitura dos jornais do dia e revistas semanais. Com o título precioso “Indicação de Vital para Ministro do TCU é publicada no Diário Oficial”, bradou a globo.com para selar uma formal investidura de um paraibano no âmbito federal. Eis que o Senador Vital do Rêgo Filho, vinculado ao PMDB da nossa querida Paraíba, decidiu completar sua gloriosa vida pública com a investidura do cobiçado Ministro do Tribunal de Contas da União.

Engraçado que todos dizem facilmente que o rei sol brilha para todos, mas a história nega contundentemente, usando a prática catalogada pelos poucos que se consagram na esperança do amor decidido pessoalmente. Sim, porque as cadeiras são poucas, numeradas e marcadas sob o signo do trabalho, da retidão, da competência, da seriedade e da compostura pública, sendo muito difícil na escolha da multidão que deseja o sonho, com cargos de primeiro escalão. Modestamente, passei pelos mesmos caminhos de Vitalzinho, quando concorri ao cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, na condição de advogado militante, e conquistei com determinação, apoio da família e amizades.

Por nada não, todavia, me achei simples e desajeitado para homenagear meu grande amigo de longas datas, Vital Filho, nesta descerimoniosa crônica semanal. Decidi me apoiar numas frases consagradas do eterno e filósofo alquimista chinês, Lao-Tsé que assim disse: O sábio não se exibe, por isso brilha. Ele não se faz notar, por isso é notado. Ele não se elogia e por isso tem méritos. E porque não está competindo, ninguém compete com ele.” Eis, pois, o natural espírito de quem se prepara para completar, com perseverança e responsabilidade na corte administrativa das contas públicas federais, com os aplausos do povo nordestino, e orgulho dos paraibanos.

Na condição de Senador da República, nosso herói foi dos mais atuantes na política nacional, destaque no cargo de Presidente da poderosa CCJ, relatando o novo Código de Processo Civil em tempo recorde, com votação prevista para esta terça-feira (16), garantido pelo presidente Renan Calheiro. Também deixou aprovado, projeto que “obriga contratos de concessão de ferrovias”. Foi incisivo, ao afirmar: “É mais uma missão que o parlamento brasileiro que me confia”! E mais do que nosso Congresso, todos aplaudem de pé o amoroso filho lídimo de Campina Grande, querido com mãos limpas e com destemida vontade de servir à Constituição Federal.

A solenidade formal de Vital do Rêgo Filho, novel Ministro do Tribunal de Contas da União, será novo marco histórico, na esteira de eméritos homens públicos paraibanos, os saudosos ministros do Tribunal de Contas da União que deixaram sábias decisões sendo o primeiro: Pedro da Cunha Pedrosa, seguido do Monsenhor Walfredo Leal, Verniau Wanderley, José Américo de Almeida e João Agripino, estes últimos, governadores da Paraíba.

Você merece, estimado Vitalzinho!

www.reporteriedoferreira.com  (*) Advogado e desembargador aposentado