BESSA GRILL
Início » Cidades » TOCAIA: Por Emilia Guerra

TOCAIA: Por Emilia Guerra

23/08/2014 17:20
Emilia Guerra  TOCAIA:  Emilia Guerra  –    ESCRITORES

Vermes de prontidão
para nos devorar…

Mãe Terra segue
habitada… De nós,
os vermes e tudo
que nela comporta!

O vento, na sua redoma,
reclama se acalma e acarícia
esta senhora, nossa morada.

Arsenais de todos os sonhos
arrebanham: o amor, dor, carícias
de toda simetria e sonhos de
Esperança contemplada.

Os ais dos nossos gritos nos
libertam para a saga da luta
do bom combate, matando
um leão todo dia, tirando leite
de pedra, deixando de encangar grilos.

Transeuntes, seguimos passagens
inadiáveis… Tropeçamos nas peças
da nossa pressa… E, pagamos preço!

O apressado come crú! Sem pressa
está o tatu, na tocaia do buraco…
Sem atalho e numa briga ferrenha,
não está nem ai para os vermes da Terra.