BESSA GRILL
Início » Cidades » Cerimônia de abertura XIX Congresso Nacional do Vestuário e do Calçado do Plano CNTI,

Cerimônia de abertura XIX Congresso Nacional do Vestuário e do Calçado do Plano CNTI,

14/07/2014 06:48
  1. Começou a cerimônia de abertura XIX Congresso Nacional do Vestuário e do Calçado do Plano CNTI, o evento teve com a apresentação da orquestra Reciclando Sons que executou o Hino Nacional Brasileiro.

    Foto de Nova Central Sindical Dos Trabalhadores.Foto de Nova Central Sindical Dos Trabalhadores.

    Fizeram o uso da palavra presidentes de entidades ligadas ao setor do vestuário e calçado, o Dep Álvaro Alvaro Boessio representando a Assembleia Legislativa do RS, João Pires coordenador do Congresso e do Depvest que saudou a todos os presentes e por final falou o presidente da Cnti e Nova Central José Calixto Ramos que fez um balanço do setor com os dados das pesquisas organizadas pela Cnti Cnti.

    Foto de Nova Central Sindical Dos Trabalhadores.Foto de Nova Central Sindical Dos Trabalhadores.Foto de Nova Central Sindical Dos Trabalhadores.

    10155875_389933421147174_5059709476328365670_n (1)

    10277133_247867315416992_2013446526982916550_n

    INFORMATIVO – NCST/PB

    04 de junho de 2014SINDICATO VAI A JUSTIÇA PEDIR EQUIPARAÇÃO DOS AGENTES AOS PERITOSO Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba – SSPC/PB, ingressa com mais uma ação contra o Estado da Paraíba com o objetivo de compelir o Governador Ricardo Vieira Coutinho, equiparar os salários dos Agentes de Investigação, Escrivão de Polícia e Papiloscopista Policial, aos vencimentos dos Peritos, de acordo com a Lei Complementar 85/2008.

    ue deEstatuto da Polícia Civil do Estado da Paraíba, o candidato para fazer concurso público para polícia civil, todos estes cargos é exigido o curso superior completo, e todos tem os mesmos objetivos que é o de fazer investigações, sendo que os Peritos investigam através das coletas de provas materiais, e os demais citados fazem as investigações subjetivas, cujos trabalhos dependem um do outro, juntos levam as elucidações dos crimes, por questão de justiça e iguais as semelhanças do trabalho, os salários devem ser unificados inclusive dos aposentados e pensionistas, os governos de vários Estados da Federação vem acolhendo este pleito o ultimo foi o Estado de Tocantins, falou Antonio Erivaldo Henrique de Sousa presidente do SSPC/PB.Da Assessoria de Imprensa

    Foto: INFORMATIVO – NCST/PB<br /><br /><br /><br /><br /><br />
04 de junho de 2014</p><br /><br /><br /><br /><br />
<p>SINDICATO VAI A JUSTIÇA PEDIR EQUIPARAÇÃO DOS AGENTES AOS PERITOS</p><br /><br /><br /><br /><br />
<p>O Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado da Paraíba -  SSPC/PB, ingressa com mais uma ação contra o Estado da  Paraíba  com o  objetivo de compelir o Governador Ricardo Vieira Coutinho,  equiparar os salários dos  Agentes de Investigação, Escrivão de Polícia e Papiloscopista Policial, aos   vencimentos  dos Peritos, de acordo com a Lei Complementar 85/2008, Estatuto da Polícia Civil do Estado da Paraíba, o candidato  para fazer concurso público   para  polícia civil, todos estes cargos  é exigido o  curso superior completo, e todos tem os mesmos objetivos que é o de fazer investigações, sendo que os Peritos investigam através das coletas de provas materiais, e os demais citados fazem as investigações subjetivas, cujos trabalhos dependem um do outro, juntos levam as elucidações dos crimes, por questão de justiça e iguais as semelhanças do trabalho, os salários devem ser unificados inclusive dos aposentados e pensionistas, os governos de vários Estados da Federação vem acolhendo este pleito o ultimo foi o Estado de Tocantins, falou Antonio Erivaldo Henrique de Sousa presidente do SSPC/PB.</p><br /><br /><br /><br /><br />
<p>Da Assessoria de Imprensa

INFORMATIVO – NCST/PB
25 de junho de 2014
PB: SINDSEAP CONVOCA AGENTES PARA MOBILIZAÇÃO EM CAMPINA GRANDE 

Foto: INFORMATIVO – NCST/PB<br /><br /><br /><br /><br /><br />
25 de junho de 2014</p><br /><br /><br /><br /><br />
<p>PB: SINDSEAP CONVOCA AGENTES PARA MOBILIZAÇÃO EM CAMPINA GRANDE  </p><br /><br /><br /><br /><br />
<p>O Sindicato dos Servidores da Secretaria da Administração Penitenciária (Sindseap) convoca a categoria para participar de uma mobilização que será realizada em Campina Grande, no dia 26 de junho, pelo Fórum dos Servidores Públicos da Paraíba. O evento será às 15h, na Praça da Bandeira. Na avaliação do presidente do Sindseap, Manuel Leite, o encontro será mais uma oportunidade de os agentes penitenciários demonstrarem sua indignação diante do desprezo com o qual o governo vem tratando a categoria, esquivando-se das reivindicações feitas por este sindicato e pelos profissionais da pasta. “Mais de 600 agentes já ultrapassaram os cinco anos de efetivo serviço, mas não tiveram ascensão funcional. Os agentes esperam a aprovação do PCCR e da Lei Orgânica, que até agora não passam de promessas. A estrutura nas unidades prisionais continua sendo o abandono de sempre”, disse Manuel. Outra preocupação do Sindseap é quanto à proibição da revista íntima nos familiares de presos que visitam os presídios e cadeias públicas. Segundo Manuel Leite, a medida representa um risco aos agentes penitenciários e a todas as próprias pessoas que frequentam as unidades, como advogados, oficiais de justiça, religiosos, dentre outras. “Se o governo quer proibir a revista íntima, então forneça os equipamentos necessários para coibir a entrada de objetos proibidos nas penitenciárias. Não é a vida do governador que está em jogo, mas a dos milhares de pais e mães de família que labutam no pior ambiente de trabalho que se possa imagina”, disse Manuel Leite.  </p><br /><br /><br /><br /><br />
<p>Fonte: Fetasp-PB -  CSPB

O Sindicato dos Servidores da Secretaria da Administração Penitenciária (Sindseap) convoca a categoria para participar de uma mobilização que será realizada em Campina Grande, no dia 26 de junho, pelo Fórum dos Servidores Públicos da Paraíba. O evento será às 15h, na Praça da Bandeira. Na avaliação do presidente do Sindseap, Manuel Leite, o encontro será mais uma oportunidade de os agentes penitenciários demonstrarem sua indignação diante do desprezo com o qual o governo vem tratando a categoria, esquivando-se das reivindicações feitas por este sindicato e pelos profissionais da pasta.

“Mais de 600 agentes já ultrapassaram os cinco anos de efetivo serviço, mas não tiveram ascensão funcional. Os agentes esperam a aprovação do PCCR e da Lei Orgânica, que até agora não passam de promessas.

A estrutura nas unidades prisionais continua sendo o abandono de sempre”, disse Manuel. Outra preocupação do Sindseap é quanto à proibição da revista íntima nos familiares de presos que visitam os presídios e cadeias públicas. Segundo Manuel Leite, a medida representa um risco aos agentes penitenciários e a todas as próprias pessoas que frequentam as unidades, como advogados, oficiais de justiça, religiosos, dentre outras.

“Se o governo quer proibir a revista íntima, então forneça os equipamentos necessários para coibir a entrada de objetos proibidos nas penitenciárias. Não é a vida do governador que está em jogo, mas a dos milhares de pais e mães de família que labutam no pior ambiente de trabalho que se possa imagina”, disse Manuel Leite.Fonte: Fetasp-PB – CSPB