BESSA GRILL
Início » Cidades » Saúde de Bayeux realiza campanha de combate ao câncer do colo de útero

Saúde de Bayeux realiza campanha de combate ao câncer do colo de útero

A Prefeitura de Bayeux, através da Secretaria de Saúde do Município, intensifica as ações de combate ao câncer do colo de útero.

20/09/2012 15:09

 

A Prefeitura de Bayeux, através da Secretaria de Saúde do Município, intensifica as ações de combate ao câncer do colo de útero. Desde segunda-feira (17), estão sendo realizadas atividades preventivas nas unidades de saúde, com destaque para os postos do PSF. Além de prestar orientações e disponibilizar exames citológicos para todas as mulheres, com idades entre 25 e 59 anos, a Semana Municipal de Combate ao Câncer do Colo de Útero prevê o funcionamento das Unidades de Saúde da Família, no próximo sábado (22).

 

Na ocasião, todas as moradoras de Bayeux, incluídas na faixa etária, poderão procurar a unidade mais próxima de casa para realizar o exame ginecológico conhecido como Teste Papanicolau. O exame é realizado gratuitamente, no horário de funcionamento das unidades, que é das 8 às 12h e das 13h às 17h.
De acordo com a secretária de Saúde do Município, Suzana Ribeiro, ações como essa devem persistir durante todo ano na cidade. “O câncer de colo de útero afeta muitas mulheres. Prevenindo, podemos diminuir as ocorrências”, avalia a secretária.

 

Dengue – Na última segunda-feira (17), foi encerrada a ação conjunta com a Secretaria de Educação de Bayeux, que mobilizou professores no combate ao mosquito Aedes aegypti. Uma solenidade na Escola Maria das Neves, no bairro da Imaculada, marcou o fim das atividades. O trabalho preventivo contou com a participação de 60 professores do município. Eles atuaram como multiplicadores e discutiram formas de reprodução, origens da dengue e como evitar a doença.

 

“Percebemos que a repercussão foi muito boa. Os professores abraçaram a causa e todas as escolas discutiram o assunto. Os trabalhos começaram em maio e já registramos menos casos. O sistema utilizado com os educadores foi audiovisual e envolveu professores de várias áreas”, conta a educadora ambiental da Secretaria de Saúde, Eliane Nascimento.

 

Para a secretária Suzana Ribeiro, o diálogo com a Educação foi proveitoso. “Não só pelo fato dos professores discutirem o tema em sala de aula, mas por envolver as gerações mais novas na campanha contra a doença. Pretendemos estimular essa parceria com os professores, com atividades realizadas a cada 15 dias”, adianta a secretária.

 

Fonte: Codecom