Quinze lombadas eletrônicas começaram a multar na cidade de Cabedelo e região metropolitana de João Pessoa. De acordo com o superintendente substituto do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) na Paraíba, Rayner Rembrandt, os motoristas que ficarem desatentos pela BR 230 correm sério risco de serem multados.

Dentre os novos equipamentos – cinco em Cabedelo, dois em João Pessoa, quatro em Patos, três em Santa Luzia e uma em São Mamede – que estavam apenas registrando a velocidade dos veículos, estão autorizados a autuar e emitir multas desde a última terça-feira, 20.

O superintendente Dnit na Paraíba, Rayner Rembrandt, informou que só terá os dados com as infrações no final do mês, quando a empresa responsável pelos equipamentos passará as informações para o Dnit. Rayner disse também que é provável que o número de infrações seja maior que a média normal. “No início é comum ter um aumento na incidência de multas, até que os motoristas se habituem novamente e respeitem o limite de velocidade”. As lombadas eletrônicas e os radares estavam sem funcionar desde o mês de março por determinação do Governo Federal.