BESSA GRILL
Início » Cidades » Giucélia Figueiredo é reeleita e promete contribuir contra corrupção

Giucélia Figueiredo é reeleita e promete contribuir contra corrupção

Ela foi empossada para seu segundo mandato, que se estende até 2018.

17/12/2014 00:44

 

201412160549510000003612No último dia 19 de novembro os profissionais  da área tecnológica paraibana elegeram,com expressiva votação, a Engenheira Agrônoma Giucélia Figueiredo para mais um mandato à frente do CREA-PB. Giucélia é a primeira mulhera ser reeleita no Regional.

Na noite desta segunda-feira (15), durante reunião Plenária do Conselho, ela foi empossada para seu segundo mandato, que se estende até 2018.

A presidente agradeceu a confiança dos profissionais e dos conselheiros do CREA-PB e se comprometeu a construir uma agenda de mais avanços para o Conselho, que tem cerca de 10 mil profissionais registrados no estado.

Após assinar o Termo de Posse, ela foi homenageada pelos representantes das entidades de classe. Porta-voz do grupo, o Engenheiro Eletricista Luiz Carlos de Oliveira, presidente da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas – Seção Paraíba, agradeceu o apoio dado às entidades nos últimos três anos de gestão da engenheira agrônoma.

Valorização salarial

Em seu discurso de posse, a presidente do CREA destacou a luta pela valorização salarial como uma das bandeiras que pretende continuar a levantar com ainda mais empenho. Ele criticou o desrespeito dos gestores públicos à lei que institui o Salário Mínimo Profissional dos engenheiros. “Nós nos colocamos como protagonistas do desenvolvimento e os governantes, nas três esferas de poder, insistem em não valorizar, do ponto de vista salarial, os nossos profissionais. Nós não podemos ficar calados”, afirmou Giucélia Figueiredo.

Transparência

A engenheira agrônoma também ressaltou a importância de manter o compromisso com a transparência do CREA-PB frente à sociedade e de colaborar com os mecanismos de combate à corrupção. Ela lembrou que o Conselho tem convênios com os órgãos de controle, como o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE) e o Tribunal de Contas da União (TCU). “Nós estamos seguindo com transparência e ética numa demonstração inequívoca de que o CREA está também nessa força-tarefa de coibir a corrupção que ainda impera no nosso país. Nós vamos estar junto da sociedade dando a nossa contribuição para que essa corrupção seja varrida do Brasil, principalmente nas nossas atividades da Engenharia”, concluiu.

 

www.reporteriedoferreira.com  Redação com assessoria