BESSA GRILL
Início » Cidades » DEMAGOGIA E HIPOCRISIA: Francisco Nóbrega dos Santos

DEMAGOGIA E HIPOCRISIA: Francisco Nóbrega dos Santos

1/05/2014 23:43

Dnobrega-santos-206x200EMAGOGIA E HIPOCRISIA:

Francisco Nóbrega dos Santos

 

No giro do enorme ponteiro do tempo, muitos chegam onde poucos têm oportunidade de chegar. Alguns, aos trancos e barrancos, percorrem a penosa trilha que a vida lhes proporciona e atingem a idade provecta. Uma considerável parcelas desse universo chamado terra, por motivos alheios a sua vontade, perde-se no caminho. Parte dessa imensa falange vive ou sobrevive o infortúnio que o destino lhe ofereceu. Nesse universo existe um segmento que cresce em ordem geométrica, desafiando as estatísticas e as mentiras dos detentores do poder. Esses são os idosos, que transpuseram as barreiras e os desafios de haverem construído essa Nação.

Essa crescente parcela da população, hoje vive à sombra de uma visão do passado, onde vislumbravam um repouso justo e merecido por tudo que fizeram pela Pátria Amada. Porém, para os governantes manterem o poder de mando, os construtores desse País sofrem com o flagelo da discriminação, e como prêmio por tudo que fizeram, são escorraçados com o aviltamento dos seus proventos, para que o Governo disponha de mais recursos destinados à compra de votos e de apoio político, transformando o poder em seu domicilio hereditário.

No Brasil existem os Direitos Humanos consagrados na Constituição Brasileira,  que possibilitam uma política voltada para os aprisionados, muitos dos quais, quando reclamam da falta de conforto, queimam colchões, destroem o patrimônio público e, muitas vezes, destroem ou ameaçam a integridade física dos que lhes guarnecem.       Aí vêm os representantes dos direitos humanos, determinando a reposição dos bens destruídos, para o contribuinte pagar a conta.

Na contra-mão desses fatos, o idoso, o(a) pensionista e o(a) aposentado(a),  quando conseguem seus benefícios, sofrem  o impacto de uma drástica e cruel redução de seus proventos, no momento mais crucial da vida, pois precisam de medicamentos, descanso e paz. Tudo isso lhes é roubado, de forma impiedosa, e ainda  são condenados à morte por inanição ou falência dos órgãos por falta de medicamentos, embora na propaganda política, os candidatos apregoem que os idosos recebem remédios  grátis e outros benefícios, tais como prioridade,acesso e respeito.

.           Chegou a hora de se acionar os direitos humanos para  estenderem a política que cerca os presídios, aos lares dos aposentados da Previdência  Social. Assim esses mecanismos de defesa terão a ação multiplicada de forma geométrica e contribuirão para arrancar a máscara que envolve o cinismo da classe política. Tal providência não resolve o problema, porém ajuda a descobrir a face hipócrita desses que se proclamam redentores da Pátria. Tentem!