BESSA GRILL
Início » Cidades » Bruna Bruno reina pelo nono ano seguido como rainha da União de Ilha

Bruna Bruno reina pelo nono ano seguido como rainha da União de Ilha

Quarta agremiação a desfilar na Sapucaí, escola homenageia o poeta e compositor Vinicius de Moraes

11/02/2013 07:56

 8noruccyvpzake3nply4h6fh6
A agremiação carioca União da Ilha levou à Avenida o enredo contando a história de Vinicius de Moraes. Foto: Reprodução
1/58
O carro abre-alas contou com 50 metros de comprimento e mais de 50 refletores. Foto: Reprodução

Quarta escola a desfilar na primeira noite do Grupo Especial do carnaval carioca, no domingo (10), aUnião da Ilha homenageia o poeta e compositor Vinicius de Moraes com o enredo “Vinicius no Plural. Paixão, Poesia e Carnaval”, de Alex de Sousa. À frente dos ritmistas do mestre Riquinho, Bruna Bruno reina pelo nono ano consecutivo e .

Exclusivo: Veja ensaio do Ig com Bruna Bruno

Com a fantasia que representa a influência africana nas parcerias de Vinicius de Moraes e Baden Powell, Bruna ressalta a importância do compositor para o Brasil e o mundo.

Veja mais: Tente despir Bruna Bruno

O ponto de partida do desfile é a praia de Cocotá, na Ilha, local onde o jovem Vinicius de Moraes passava os finais de semana. A zona sul do Rio de Janeiro, a praia, as parcerias musicais e, claro, a eterna “Garota de Ipanema” estão lembrados no desfile.

Saiba tudo sobre o carnaval do Rio de Janeiro

Veja o samba-enredo da União da Ilha:

“Vinicius no Plural. Paixão, Poesia e Carnaval”
Compositores: Ginho, Junior, Vinícius do Cavaco, Eduardo Conti, Professor Hugo e Jair Turra

Surgiu, ao som do mar, um poeta
que brincava na areia
na Ilha um menino, sempre a sonhar
fez da sua vida um poema
e viveu a declamar
“Como é bom se apaixonar”!
ó pátria amada, recebe esse menestrel!
voz do morro na folia, orfeu chegou, raiou o dia!
levou a Bossa no “tom” d’alegria
se é canto de ossanha menina, então não vá!
um berimbau vai ecoar…
vem, meu camará!

“Menininha me chamou…vou pra Bahia
sou da linha de Xangô…Caô meu guia
Odoyá…Uemanjá!
a benção meu pai Oxalá!”

Ê jangada…na luz da manhã já vai navegar
segue pra Itapuã, no brilho do sol…é bom vadiar!
um jeitinho que fascina,
num doce balanço que não tem igual
quando abrir a arca de Noé…
um riso de criança em cada olhar
enfim, o que importa é amar
a noite é sua passarela,
o show não pode parar

Onde anda você…”Poetinha”?
saudade mandou te buscar
a Ilha é paixão na avenida
mais que nunca é preciso cantar

Um integrante vestido de marinheiro no carro abre-alas. Foto: Reprodução
Do Ig