BESSA GRILL
Início » Cidades » Ato dos Policiais Civis seguido de vigilia em Brasilia

Ato dos Policiais Civis seguido de vigilia em Brasilia

27/08/2013 06:05

Antonio Herivaldo

INFORMATIVO SINDICATOS EM AÇÃO
JOÃO PESSOA/PB – 20 DE AGOSTO DE 2013
ATO DOS POLICIAIS CIVIS SEGUIDO DE VIGÍLIA EM BRASILIA
Centenas de policiais civis de todo o Brasil foram a Brasília reivindicar valorização dos policiais. O ato organizado pela COBRAPOL em conjunto com os policiais federais , militares e bombeiros conta com a participação de caravanas e representações de policiais civis de todas as regiões do País. A programação da atividade incluiu uma vigília em frente ao Ministerio da Justiça.

As categorias lutam pela valorização do Policial. No caso da Polícia Civil, entre as principais reivindicações estão a Lei Geral (PL 1.449/2007 com as sugestões de alterações enviadas pela Confederação); a Carreira Única (com a atribuição de nível superior); a instituição do Piso Salarial (com a aprovação na Câmara dos Deputados das PEC 446/300, na forma da Emenda Aglutinativa nº 2); e a Aposentadoria Especial, entre outras demandas.

Amanhã, dia 21, os policiais civis e federais irão se juntar ao PMs numa mobilização na Câmara dos Deputados. Os Policiais Federais de Brasília deliberaram ainda realizar 48 horas de paralisação nas datas.

Veja outras fotos da mobilização
Fonte:
COBRAPOL
INFORMATIVO SINDICATOS EM AÇÃO
JOÃO PESSOA/PB – 20 DE AGOSTO DE 2013
PROTESTO DE AGENTES DA PF, CIVIL, PMs E BOMBEIROS TRANSFORMAM ESPLANADA DOS MINISTÉRIOS EM CIRCO
Na última (terça-feira), policiais federais do Distrito Federal, representantes de agentes, escrivães e papiloscopistas, Esplanada dos Ministérios num verdadeiro circo, com direito a tenda, palhaço, homens de perna de pau, bolas e fitas coloridas.

“É o circo do Cardozo [ministro da Justiça]. É assim que estamos nos sentindo, verdadeiros palhaços”, diz o presidente do sindicato dos policiais federais do DF, Flávio Werneck, um dos organizadores do protesto na capital federal, juntamente com a Cobrapol.

Os manifestantes chegaram a cercar o carro do diretor-geral da PF, Leandro Daiello, na hora em que chegava na sede do Ministério da Justiça. Ele foi vaiado.

Mas foi a irreverência a principal marca do protesto, que contou com a participação de cerca de 300 pessoas, de acordo com cálculo feito pelo sindicato dos policiais federais.

Veja outras fotos da mobilização
Sergio Lima/Folhapress
______________________________
Antonio Erivaldo Henrique de Sousa
Presidente do SSPC/PB
www.sspcpb.com.br
sspcpb@yahoo.com.br
erivaldohs@oi.com.br
(83)3513-7936
(83)8866-0221
(83)8845-5767