BESSA GRILL
Início » Cidades » ATENTADO À PARAIBANIDADE: Escrito por Marcos Souto Maior

ATENTADO À PARAIBANIDADE: Escrito por Marcos Souto Maior

20/10/2015 05:27

Desembargador Marcos Souto MaiorATENTADO À PARAIBANIDADE:
Escrito por Marcos Souto Maior

Meu povo querido sempre foi hospitaleiro, honrado e tradicionalmente valente em não admitir que nenhum filho da Paraíba, desfraldando sua bandeira rubro negra do NEGO, representa ainda hoje a rebeldia do governador de coragem cívica, João Pessoa Cavalcanti de Albuquerque, que não aceitou a candidatura de Júlio Prestes quando vigorava a aliança política do ‘café-com-leite’, no revezamento intolerante na presidência do país entre os Estados de São Paulo e Minas Gerais, nos idos de 1929.

O medo paraibano nunca foi nem será da tradição paraibana. Hodiernamente, quando menos se espera, quiçá a pedido de alguém sem escrúpulo e coragem, e numa atitude mesquinha, sem fundamentos, apostou em Ciro Gomes (PSB), ex-governador do Ceará, para usar e abusar da respeitada imprensa local, desferir publicamente, declarações contra Manuel Júnior (PMDB) Deputado Federal da Paraíba. Em jogo estava o cargo de ministro da saúde do governo federal, tendo a presidenta da república, em meio do tiroteio de mentiras de Ciro Gomes, coroado o piauiense Marcelo Castro (PMDB) para defender com afinco a volta da polêmica CPMF, que o povo nada gostou!

Ultrajado pela louca mentira de Ciro nos resta abrir a História do Brasil, em pleno ao animado carnaval cearense, em matéria da revista Isto É, com título imparcial:O vôo da sogra, desnudando a façanha do então governador do Ceará, fretando um jato especial para viajar pelos quatro cantos da Europa, na companhia de familiares, destacando a sogra, Pauline Carol Moura, e mais assessores animados e carnavalescos. A bagatela custou R$ 388,5 mil, tirados dos cofres do erário, que poderia ser destinado à educação, saúde ou segurança pública.Engraçado, mesmo, o então Deputado Estadual do Ceará, Heitor Férrer (PDT), autor de pedido de informações dos desvios de verbas públicas, desabafou: “Estamos diante não mais da casa da sogra, mas de um verdadeiro governo da sogra.”

Ainda, sob os olhos dos nordestinos, o cidadão Ciro F. Gomes foi citado formalmente em esquema de corrupção perante a Polícia Federal, por suposto desvio de mais de 300 milhões de reais em prefeituras do Ceará, e noutro episódio emblemático,a famosa Revista VEJA cita familiares dele no esquema da Petrobras S.A., conhecido popularmente de “petrolão”, que tem dado o que falar em todo o Brasil e no exterior, a ser também julgado, proximamente!

O paraibano médico e Deputado Federal, Manuel Júnior (PMDB), forafrontalmente ofendido na sua honrapelo cidadão Ciro Ferreira Gomes, hoje apadrinhado como secretário de saúde do Ceará, chamando-o de: “um semianalfabeto e picareta de nascença”.O poder judiciário brasileiro, saberá acolher, conhecer e punir severamente, aqueles se arvoram de semideus, quando na verdade tentamenganar o povo que já conhece a velha e superada raposa, hoje travestida de cordeiro, para os próximos carnavais cearenses.

www.reporteriedoferreira.com (*) Advogado e desembargador aposentado