Governo da Paraíba detalha Plano de vacinação contra a Covid-19 para todo o Estado

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou, nesta quinta-feira (14), uma série de reuniões de orientação para a vacinação contra a Covid-19. A agenda é voltada para os secretários municipais da Paraíba e tem o objetivo de apresentar o plano estadual para os gestores e estabelecer ações e estratégias para a imunização.

De acordo com a coordenadora do Núcleo de Imunizações da SES, Isiane Queiroga, a finalidade do encontro é instrumentalizar as Gerências Regionais de Saúde (GRS), municípios e serviços de saúde para vacinação contra Covid-19. Também serão discutidos tópicos como a organização da rede de frio, a logística de recebimento e distribuição das vacinas, e descrição dos grupos prioritários com maior risco de desenvolver complicações e óbitos pela doença. A ideia é dar subsídios para que cada território elabore sua estratégia de aplicação da vacina.

A coordenadora explica que a Paraíba possui mil salas de vacinação, 12 centrais regionais de rede de frio e 11 veículos refrigerados para a distribuição nas 12 GRS. Ela enfatiza que a logística do deslocamento das doses está pronta, com segurança garantida no translado. “O Ministério da Saúde sinalizou que as doses serão enviadas a partir do dia 20 de janeiro. A distribuição para as Gerências Regionais será de imediato. Ainda não temos o quantitativo de doses que receberemos para essa primeira fase. O Programa Nacional de Imunização sinalizou que a entrega das vacinas será sequencial e de forma gradativa”, pontua.

Sobre o cronograma de vacinação, o plano está dividido em quatro fases. A primeira possui dois grupos e contempla a seguinte população: Grupo 1 – Trabalhadores de Saúde; povos de comunidades tradicionais quilombola; população indígena vivendo em terras demarcadas; e Grupo 2 – pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas; pessoas de 80 anos ou mais; pessoas de 75 a 79 anos.

“É importante informar que os profissionais de saúde que serão contemplados nessa primeira fase são aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde. Incluímos também os que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos, doulas e parteiras, bem como funcionários do sistema funerário que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados. Na hora da vacinação, será solicitado um documento que comprove a vinculação ativa do profissional. A orientação é que as doses sejam aplicadas nos serviços de saúde”, detalha.

O registro das doses aplicadas será nominal e individualizado, por meio do número do Cartão Nacional de Saúde ou número do CPF do usuário. A SES está estimulando a população a baixar e usar o aplicativo de celular do Ministério da Saúde, o Conect SUS, para agilizar no processo de vacinação. Isiane observa que a não apresentação do cadastro prévio e do aplicativo não será impeditivo ao ato de ser vacinado nas unidades de saúde.

Sobre o estoque de seringas e agulhas, a coordenadora do Núcleo de Imunização garante que a SES tem o suficiente para começar a primeira fase do plano. Além das 286 mil já disponíveis, a secretaria aguarda para os próximos dias a entrega de mais 272 mil seringas e agulhas e mais 1,8 milhão que serão entregues ao longo do período da campanha, assim como as doses da vacina.

A secretária executiva da Saúde, Renata Nóbrega, estava presente na primeira reunião e explicou que a versão atual do plano de vacinação ainda pode sofrer alterações de acordo com as atualizações do Ministério da Saúde. Ela reforçou que, mediante recebimento das vacinas, a SES repassará a todos os 223 municípios seguindo os critérios destacados pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A secretária executiva alertou ainda para as informações falsas que circulam e solicitou a colaboração dos municípios.

“A gente precisa quebrar essa corrente de informações de que a vacina não tem eficácia e não vai proteger a população. Nossa missão de coletivo da saúde pública é dar uma resposta aos paraibanos”, completa.

O Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19 foi elaborado pela SES em conjunto com a Sociedade Brasileira de Imunização na Paraíba e Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde. O documento completo está disponível no site do Governo da Paraíba exclusivo para o coronavírus, no link: https://paraiba.pb.gov.br/diretas/saude/coronavirus/arqui

www.reporteriedoferreira.com.br




Secretário da saúde de João Pessoa denúncia pedido de ‘furar fila’ da vacina; não citou nomes

Uma movimentação absurda levou o secretário municipal (João Pessoa) de Saúde, Flávio Rocha, a vir à pública na manhã desta sexta-feira (15) para denunciar que autoridades e políticos estão querendo furar a fila de imunização com a vacina.

“Não vamos atender a essa demanda, até porque existe um protocolo a ser cumprido, também prioridades sobre o grupo que será vacinado neste primeiro momento. Por isso, pedimos que haja compreensão e bom sendo, acima de tudo”, observou o secretário.

É importante lembrar que a tentativa de usar o poder público para furar a fila já não é novidade. A previsão é que imunização comece na próxima semana. Infelizmente, Fábio Rocha não citou nomes. O secretário fez a denúncia em entrevista a TV Cabo Branco.

www.reporteriedoferreira.com.br




Líder do governo destaca que gestão de João o “credencia” para a reeleição

Nesta quinta-feira (14), o líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, deputado estadual Ricardo Barbosa disse que vê com naturalidade o fato do governador João Azevêdo (Cidadania) ter apontado que pretende ir para a reeleição no pleito de 2022.

De acordo com o parlamentar, durante entrevista à Rádio Arapuan FM,  o perfil operante e conciliador do governador o qualifica para disputar a reeleição.

“O governador João Azevêdo tem se credenciado a cada dia a retornar ao comando dos destinos político-administrativos do nosso estado pela esmerada gestão que vem realizando ao longo desses dois anos, entrando para o terceiro ano” ressaltou.

www.reporteriedoferreira.com.br      PB Agora

 




Brasil – Sem dados do Amazonas nas últimas 24h, mortes por Covid-19 ficam acima de mil

 

Dados das secretarias estaduais de Saúde mostram que os óbitos foram 1.038 em um dia. Contaminações registradas foram 66.047

O Brasil registrou novamente mais de mil mortes pela Covid-19 nas últimas 24h, de acordo com informações do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) desta sexta-feira (15). Sem os dados do Amazonas , que vive um cenário de desespero em meio à falta de oxigênio nos hospitais , os óbitos foram 1.038, totalizando 208.133 vidas perdidas desde o início da pandemia.

De acordo com o conselho, os novos casos confirmados de Covid-19 são 66.047, totalizando 8.390.341. A taxa de letalidade no Brasil está em 2,5%.

Os dados incluem pessoas sintomáticas e assintomáticas, o que significa dizer que, nesse último caso, são pacientes que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Na quinta-feira (14), o número de óbitos era 207.095, enquanto o de pessoas com a doença era de 8.324.294.

O estado menos afetado é o Acre, que tem registro de 835 mortes e soma 44.156 casos confirmados de contaminações pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.

www.reporteriedoferreira.com.br   Por Ig




Paraíba; Registrou 770 casos da Covid- 19,confirmados 12 novos óbitos desde a última atualização, sendo 07 deles…

Atualização Covid-19 | 15/01/2021

Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba – SES

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta sexta-feira (15), 770 casos da Covid- 19. Entre os confirmados hoje, 44 (5,71%) são casos de pacientes hospitalizados e 726 (94,29%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 175.997 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 560.289 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 12 novos óbitos desde a última atualização, sendo 07 deles na

Ver mais

www.reporteriedoferreira.com.br



Semob-JP realiza ação educativa sobre espaço na orla da Capital

Semob-JP realiza ação educativa sobre espaço na orla

Com o período das férias, cresce o número de pessoas que circulam nos espaços públicos na orla de João Pessoa. Considerando essa prática diária, o secretário executivo do órgão Marcos Souto Maior, determinou  a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) iniciar nesta quarta-feira (13), a campanha de compartilhamento de espaços voltada para o respeito às regras de boa convivência. A ação será contínua e também tem o objetivo de prevenir acidentes.

A equipe da Divisão de Educação para o Trânsito (Died) iniciou a ação em toda a extensão da Avenida Cabo Branco com abordagens para os caminhantes, ciclistas e demais pessoas que praticam atividades fisicas, orientando para que ocupem os espaços determinados, evitando assim acidentes e preservando vidas.

Foram colocados cavaletes com orientações de regras de boa convivência e de respeitar cada um o seu espaço. O que ajuda na compreensão é a sinalização horizontal instalada, de cor vermelha, que é indicada para ciclistas, skatistas e para quem usa patinetes. Já a sinalização de cor azul indica o espaço para o pedestre.

Todos os dias a orla é liberada para atividades físicas das 5h às 8h. Com isso, o trânsito é bloqueado para veículos nesse período para garantir o ordenamento do trânsito e a segurança das pessoas que praticam caminhada, corrida e ciclismo no local.

De acordo com o superintendente George Morais, a campanha será realizada continuamente orientando as pessoas com a intenção de evitar acidentes e tornar a pratica de esportes mais segura. “A atividade educativa é uma reinvindicação antiga dos cidadãos que foi prontamente atendida pela Semob para que se torne a prática esportiva segura e tranquila” esclareceu o gestor.

A chefe da Died, Gilmara Branquinho, lembrou que a ação foi elogiada pela população e instrui os participantes a usarem seus espaços sem atrapalhar a atividade do outro. “A intenção da campanha é orientar os caminhantes, ciclistas e demais pessoas que praticam atividades fisicas e alertar o quanto é perigoso invadir repentinamente o espaço um do outro”, explicou.

A aposentada Vlandimar Orlanda contou que todos os dias caminha na orla, mas sempre usa o espaço determinado para o pedestre. “Muito boa essa instrução que a Semob está fazendo aqui na caminhada, educando todos os usuários a não invadir o espaço um do outro, evitando assim acidentes”, contou.

O morador do bairro do Miramar, Haeckel Van Derlinden, sempre usa a bicicleta em suas atividades fisicas e parabenizou a Semob pela iniciativa. “Agradeço à Semob pela conscientização, pois cada um circulando em seu espaço a caminhada flui com segurança”, ressaltou o engenheiro aposentado.

Fiscalização – Agentes de mobilidade monitoram toda a extensão da orla, orientando os pedestres e ciclistas a transitarem dentro dos espaços e advertindo os veículos que circulam de forma irregular. Lembrando que quem precisa acessar hotéis ou residências, o veículo liga o pista-alerta e deve transitar com velocidade de até 30km/h, garantindo a segurança de todos.

www.reporteriedoferreira.com.br     Fonte
SEMOB JP




Senador Maranhão ainda não tem previsão de alta, diz boletim médico

Foto: Reprodução/Senado Federal

O senador licenciado José Maranhão (MDB-PB) ainda não tem previsão para receber alta do tratamento a que está submetido para curar pneumonia viral contraída em decorrência da covid-19. A informação foi confirmada pela equipe médica que assiste o parlamentar.

Maranhão está hospitalizado desde o dia 29 de novembro, quando foi diagnosticado com a covid-19. Na última sexta-feira (8), o paraibano anunciou licença do mandato e em seu lugar assumiu a senadora Nilda Gondim.

Confira abaixo o boletim médico:

“Declaro para os devidos fins que o Sr. José Targino Marnhão encontra-se internado um unidade de terapia intensiva no Hospital Vila Nova Star desde o dia quatro de dezembro de 2020 devido pneumonia viral Covid-19, sem previsão de alta hospitalar por no mínimo 121 dias. Pelo exposto, fica clara a impossibilidade do paciente retornar às suas atividades laborais”

Não há previsão de alta da UTI.

Dra. Ludhmila Hajjar
Cardiologista-Intensivista
Coordenadora da equipe clínica

Dr. Esper Kallas
Infectologista

Dr. Marcelo Amato
Pneumologista

Dr. Antonio Antonieto
Diretor técnico

Dr. Paulo Hoff
Diretor clínico




América-MG e Chapecoense, em jogos dessa terça-feira garantiram volta a serie A do Brasileirão

América-MG empata com o Náutico e garante acesso à Série A do Brasileirão

América-MGestá de volta à Série A do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o clube mineiro empatou em 0 a 0 com o Náutico, nos Aflitos, pela 34ª rodada da Série B, e garantiu o acesso antecipado à primeira divisão.

Líder isolado da competição, o time do técnico Lisca está com 67 pontos, 15 a mais que o Juventude, primeira equipe fora do G4. Como só restam mais quatro rodadas para o fim da Série B, o Coelho não poderá ser ultrapassado pelos gaúchos e, portanto, está matematicamente garantido na elite do futebol brasileiro.

Apesar do resultado sem gols, a partida nos Aflitos foi bastante movimentada, com boas oportunidades criadas por ambos o clubes. No fim, o Náutico esboçou uma pressão pela vitória, mas em vão. O Timbu está em 15º lugar na Série B, com 39 pontos, e quer se afastar da zona de rebaixamento. O Paraná, time que abre o Z4, está com 36 pontos.

De virada, Juventude é derrotado pelo Brasil de Pelotas e perde a chance de entrar no G4 da Série B

Também nesta terça-feira, o Juventude perdeu, de virada, para o Brasil de Pelotas por 2 a 1, no Bento de Freitas. Com o revés, a equipe comandada por Pintado perdeu a chance de aproveitar o tropeço do CSA e entrar no G4 da Série B.

Todos os gols foram marcados no primeiro tempo. O atacante Capixaba abriu o placar aos 15 minutos, mas Matheus Oliveira e Diego Ivo viraram para os donos da casa.

Com o resultado, o Juventude segue na quinta colocação, com 52 pontos. O CSA, que ocupa a quarta posição, possui a mesma pontuação, mas leva vantagem nos critérios de desempate. Já o Brasil de Pelotas subiu para 10ª posição, com 47 pontos.

É Série A! Chapecoense vence clássico contra o Figueirense e assegura retorno à elite

Verdão se valeu de seu conhecido estilo de solidez defensiva e eficiência no ataque para construir triunfo na Arena Condá

Chapecoense x Figueirense - Comemoração

O torcedor da Chapecoense pode encher o peito e gritar que está de volta a Série A do Campeonato Brasileiro. Isso porque, superando o rival Figueirense por 2 a 1 na noite dessa terça-feira (12) na Arena Condá, a Chape chega a 66 unidades e acumula 14 de diferença para o quinto colocado (o Juventude) restando somente 12 em disputa.

Para o Figueira, a luta para escapar da zona de rebaixamento segue com o time da capital catarinense, nesse momento, estando em 18° colocado com 36 unidades, uma a menos do que o primeiro fora do Z4.

INÍCIO ACESO

Mesmo com o grau de importância que tinha o triunfo para os mandantes, quem pareceu começar de maneira mais concentrada e ativa na sua forma de encarar o confronto foi o Figueira, principalmente quando explorava com velocidade o lado direito do ataque para espaçar a defesa da Chape. Foi dessa forma, aliás, que o Alvinegro quase marcou na finalização travada de Bruno Michel além da batida onde Geovane Itinga fez uma intervenção providencial para evitar a abertura do marcador.

CRESCEU NO JOGO E MARCOU

Apesar do início em dificuldade, aos poucos o time de Chapecó pareceu ir se encontrando no confronto e foi acumulando finalizações onde a grande dificuldade parecia ser “ajustar” a mira para efetivamente fazer Rodolfo Castro trabalhar. Foi aí que apareceu Paulinho Moccelin para primeiro assustar o arqueiro do Figueira com um chute cruzado firme e de defesa complicada e, depois, para inaugurar a contagem para o time Condá. Depois de passe curto no escanteio batido pelo lado direito, Matheus cruzou e Moccelin testou para balançar as redes do time de Florianópolis.

www.reporteriedoferreira.com.br  Por agências




Governador diz que tomará vacina e que primeiras doses devem chegar à PB este mês

Durante o programa ‘Fala Governador’, desta segunda-feira (11), o chefe do Executivo paraibano, João Azevêdo disse estar ansioso para ser vacinado contra a covid-19 e também recomendou que toda a população procure se imunizar.

De acordo com João, existe a expectativa de que as primeiras 400 mil doses da vacina cheguem ao estado no final desse mês de janeiro e que não vê a hora de receber a medicação. “Quando for convocado para receber a vacina, farei com o maior prazer do mundo e tomarei a vacina incentivando a todos para que também façam o mesmo. Pois essa é a forma correta de proteção”, declarou o governador.

João reforçou ainda que as vacinas estão com eficácia garantida e que população precisa entender que tomando a vacina estarão se protegendo e protegendo aos demais.

João lembrou que ao longo do tempo a humanidade conseguiu se livrar de grandes doenças e muitas pestes por conta de campanhas de vacinação, o que resultou na salvação de milhões de pessoas pelo mundo todo. “Vacina é a forma mais segura que nós teremos para nos proteger dessa doença. Não acredite em estórias da carochinha que muitos dizem por aí como se vacina não servisse para nada. Essas vacinas estão seguras”, garantiu.

De acordo com João Azevêdo, com a vacinação, o número de óbitos tende a reduzir em todo o mundo e na Paraíba não será diferente e pediu um pouco mais de paciência à população, além da manutenção dos cuidados contra a contaminação. “Teremos uma queda significativa com o número de obtidos que acontecerá com 60 a 90 dias de vacinação. Tenha um pouco de paciência, mas continue colaborando, usando máscaras e fazendo o isolamento social”, reforçou o governador.

www.reporteriedoferreira.com.br




 Tião Gomes lamenta manobra de donos de cartórios extrajudiciais para suspender concurso do TJPB e continuar o nepotismo

WhatsAppFacebook MessengerFacebookTwitterCopy LinkOUTROS

O primeiro concurso do Tribunal de Justiça da Paraíba para outorga de delegação de serviços notariais e registrais, das Serventias Extrajudiciais que já dura sete anos, mais uma vez foi suspenso. Alguns titulares de cartórios acionaram o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para questionar os efeitos do Ato de Outorga de Delegação n° 01/2020, delegado pelo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos.

O conselheiro relator do CNJ, Henrique Ávila, atendeu ao pedido de seis requerentes contra o Tribunal de Justiça e suspendeu pelo prazo de 90 dias as delegações.

Para o deputado estadual Tião Gomes (Avante), que vem encampando a luta pelo fim do nepotismo e das cobranças de valores exorbitantes nos cartórios extrajudiciais da Paraíba, essa é mais uma manobra dos ricos “donos” de cartórios que não querem perder a vida boa e fácil que a função oferece.

“O Tribunal de Justiça, através do desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos fiz sua parte. Mas, tenham certeza, vamos derrubar essa liminar para que o nepotismo não continue mandando nos cartórios da Paraíba. Continuaremos lutando contra esse poderio que envergonha a Paraíba. As famílias ricas, que querem continuar vivendo dos benefícios do povo. Chega de nepotismo”, disse o deputado.

Uma pesquisa divulgada no site Conjur apontou que a elite salarial brasileira é liderada por donos de cartórios. A constatação aparece no relatório Grandes Números, produzido pelo pesquisador José Roberto Afonso, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV). As informações usadas na pesquisa do Ibre/FGV vêm das declarações de Imposto de Renda.

www.reporteriedoferreira.com.br    /