BESSA GRILL
Início » A A » ALCOÓLICOS ANÔNIMOS PERDE JOBERCIDES MEDEIROS DO SANTOS. ( SANTINHO ): Escrito Por João Dehon Fonseca 

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS PERDE JOBERCIDES MEDEIROS DO SANTOS. ( SANTINHO ): Escrito Por João Dehon Fonseca 

27/02/2018 03:20

JOBERCIDES MEDEIROS DO SANTOS. ( SANTINHO ): Escrito Por João Dehon Fonseca 

Nesse sábado(24)  às 21h30 morreu no Hospital Santa Isabel, aonde estava internado, Jobercildes Medeiros dos Santos ” Santinho “, 81 anos de idade, membro de Alcoólicos Anônimos há 47 anos. O sepultamento aconteceu nesse domingo (25 ) no Cemitério Senhor da Boa Sentença em João Pessoa.

Será que existe outro nome igual ao dele? Certamente não! Ele era único, ele era raro, ele era uma pedra preciosa que Deus colocou no mundo para que todos que o visse passasse a querer sua amizade porque ele era sinônimo de bondade, de tolerância e de amor.

Trocando em miúdos, não tem como existir dois JOBERCIDES, ele teria que ser único mesmo, só ele sabia com seu jeito simples e humilde dar uma palavra de fé e esperança para quem estivesse precisando. Brincalhão, irônico, inteligente, debochado, espirituoso, não perdia a piada por nada nesse mundo e essa sua maneira de ser fazia muita gente voltar a realidade da vida, fazia muita gente se encontrar depois de estar perdida diante das emoções.

JOBERCIDES, palavras única na lista de nomes próprios do mundo, mas, tinha que ser assim, pois não conheci ninguém com sua capacidade de ser humano, ele era capaz de tirar o que era seu para salvar uma vida,,para resgatar uma pessoa das garras voraz do alcoolismo e quantas vezes ele não ficou com fome para ir buscar alguém em bairro distante, levar ao hospital, internar, providenciar à desintoxicação e depois levar para Alcoólicos Anônimos desenvolvendo a dignidade àquela pessoa.

Ele tinha que ser JOBERCIDES, ele tinha que ser único porque ele quebrava protocolos, queimava etapas e vencia barreiras para dazer outro pessoa feliz. Santinho entrava com uma pessoa num hospital e levava a pessoa diretamente para uma enfermaria e só depois ia conversar com os medicos que já os conhecia e acatavam sua atitude. JOBERCIDES Medeiros dos Santos, você foi sem se despedir de mim. Fazia mais de um mês que você não me ligava e eu estava achando estranho porque toda Quinta Feira a gente fazia um balanço geral da vida dos nossos amigos, principalmente das vidas de Chientinha e Tadeuzinho e eu me enrolava de rir quando você dizia que Tadeuzinho estava intrigado da Oi e não recebia mais ligação.

Ó meu Deus! Por que temos que nos despedir de pessoas tão queridas? Para Alcoólicos Anônimos foi uma grande perda sem precedentes, pois na minha experiência de 40 anos conhecendo a Obra, Santinho foi o seu maior CTO. JOBERCIDES você foi único, você não podia ter outro nome e só assim nós poderíamos chamar de Santinho, nesse exato momento eu choro a sua perda, mas, não foi uma perda, pois aí nos céus ao lado dos Santos de Deus tem um Santinho olhando prá mim, tem um Santinho olhando prá. Eu sempre vou amar você, eu sempre vou ouvir sua última piada e se Deus permitir eu vou tentar fazer um décimo do que você fazia para resgatar uma vida. Até breve!

www.reporteriedoferreira.com.br    Por João Dehon Fonseca