Início » Colunistas » Algumas observações: Fabiana Agra

Algumas observações: Fabiana Agra

19/01/2019 15:24

Algumas observações: Fabiana Agra

1) Hoje começa o fim da aventura Bolsonaro;
2) Os mais variados apoiadores, inclusive o dono da Havan, Luciano Hang, que pede investigações, pastores começam a se manifestar, Dallagnol, MBL, Janaina Paschoal, Danilo Gentili, (todos notadamente anti petistas), até Olavo de Carvalho está tentando se desvencilhar da pecha de guru de Bolsonaro, porque sabe o tamanho da encrenca que isso representa.

3) Começa um burburinho na Câmara Federal para a CPI do Queiroz, enfim muitos vão começar a abandonar o barco do Bolsonaro (uma jangada) porque ela vai se afundar sozinha;
4) Escrevi aqui no fim do ano passado que os filhos iam afundar esse barco;
5) A bagunça vai continuar. Eduardo Bolsonaro e a política externa, logo , logo, vão ser pauta também. Se for a Davos começa lá o circo. O mundo, inclusive os 8 países mais desenvolvidos do mundo, incluindo os EUA, discutem um novo marco comercial. O embaixador brasileiro se opõe frontalmente e Eduardo Bolsonaro acha que entende de política externa. É um bando de amadores e o Brasil não é para principiantes, dizia muito bem Tom Jobim.

6) Bolsonaro provavelmente não irá a Davos. Se for já tem assunto para seus 45 minutos;
7) A estrela do companhia, Moro, também tem assunto. Quando era juiz criticava ferrenhamente o foro privilegiado. Isso para atacar o PT e Lula, agora assiste a tudo quieto. Vai ter que emitir opiniões ou cairá em descrédito;

 

 Quem ainda fica com Bolsonaro são as pessoas que foram levadas pela pauta moral e à base de fake news que elegeram o “mito”. Esse mito logo será desfeito e sua base esfacelada rapidinho;
9) O último suspiro de Bolsonaro será entregar o filho para salvar o governo. Não há o que fazer. Hoje todo mundo sabe quem é Queiroz, sabem que ele não tem condições de ter aquela grana, que ela não é dele e essa grana foi usada para a campanha. Por isso não querem a investigação.
10) Bolsonaro tentará impor uma pauta conservadora para desviar o foco. Pauta de costumes, mas sua credibilidade já foi abalada;

11) Isso explica cada vez mais militares no governo. Essa é a verdadeira base de Bolsonaro. É essa base que realmente o segura no governo. Vão continuar com ele até que ele comece a representar um incomodo na “Nova República” defendida pelos militares, em texto do núcleo duro do Governo;
12) Dias difíceis na economia;

13) Pauta ruim para Bolsonaro pela frente Reforma da Previdência sem militares vai fazer Bolsonaro perder ainda mais base social;
14) Foi uma bomba essa jogada de Flávio Bolsonaro. Uma bomba. Todos eles atacaram o Foro Privilegiado e ao pedir é evidente que tenta esconder algo.
15) São só 17 dias de Governo e tanta instabilidade mostra que não há capacidade no governo para administrar.

Só para registrar essas impressões. Precisa torcer para dar errado? O que começa torto não tem jeito de terminar reto. Bolsonaro ganhou a eleição sem plano de governo, sem discutir com a sociedade e à base de mentira. O que poderia se esperar desse desgoverno?

Por Marco Lula Russo (via Marcia Tigani)